Carille vê qualidade individual, mas falta do “coletivo” no Flamengo

34
Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians

GLOBO
ESPORTE
: om alto investimento para 2017, o Flamengo entrou no Brasileirão com
um dos favoritos ao título. Hoje na quarta posição, com 12 pontos a menos que o
líder Corinthians, o time carioca ainda tenta se encontrar na competição.
Técnico do Timão, Fábio Carille diz entender o momento de oscilação do
adversário deste domingo, às 16h, em Itaquera, o que tem gerado dificuldades a
Zé Ricardo.

– A
única diferença que vejo é que o Corinthians é uma equipe bem definida, só
chegou o Clayson depois do Paulistão. É um grupo que se mantém desde o início
do ano. O Flamengo tem a chegada de jogadores no meio. Por mais qualidade
técnica individual que se tenha, muitas vezes falta no coletivo. Vejo uma
situação parecida com a do Palmeiras. Se criou uma expectativa grande do
Flamengo estar lá em cima pelas contratações, mas teve muita mudança no elenco
e isso atrapalha.
Diante
do Fla, o Corinthians contará com os retornos de Fagner, Rodriguinho e Jô, que
não foram titulares na vitória por 2 a 0 contra o Patriotas, quarta-feira, pela
Copa Sul-Americana. Segundo Carille, o Timão deve apostar na marcação e nos
contra-ataques diante da qualificada equipe carioca.
– O
que a gente tem que fazer contra o Flamengo é respeitar demais, pois
tecnicamente é um time muito acima, com jogadores qualificados: Diego, os dois
Evertons, Guerrero que conhecemos bem. Temos de ter humildade para marcar
bastante. Não acredito que o Flamengo vai esperar lá atrás, acredito que vão
fazer o jogo deles, vão agredir, temos de marcar e fazer bem nosso jogo sem
bola.
Com 40
pontos na tabela, o Corinthians segue invicto na competição, com 12 vitórias e
quatro empates. Na temporada, são 31 partidas consecutivas sem derrotas nos 90
minutos de jogo.

COMENTÁRIOS: