“Diego Alves acertou em cheio ao escolher Flamengo”, diz Cosme Rimoli

47
Diego Alves defendendo a Seleção Brasileira – Foto: Divulgação

COSME
RIMOLI:
O Flamengo está empolgado.

E
merece estar.
A
contratação de Diego Alves foi um grande acerto.
Desde
2010, quando Bruno acabou indo para a cadeia pela participação na morte de
Eliza Samudio, o clube não tem um grande goleiro. Bruno, por mais rancor que
ele possa provocar pelo crime brutal, ele vivia fase excelente na Gávea. Estava
para ser vendido para o Milan e seria convocado para a Seleção Brasileira,
quando foi mentor do assassinato.
Depois
de Bruno, vários goleiros passaram pelo clube.
Marcelo
Lomba, Paulo Victor, Felipe, Alex Muralha, Thiago.
Nenhum
se firmou.
A
ponto dos dirigentes terem pensado em trazer de volta para a Gávea, Júlio
César. Mesmo estando para completar 38 anos em setembro, o veterano goleiro dos
7 a 1 segue com muitos fãs na diretoria.
Só que
surgiu a possibilidade de Diego Alves.
Tudo
foi muito rápido e barato.
O
goleiro de 32 anos saiu do Brasil, em 2007, vendido pelo Atlético Mineiro para
o Almeria. De lá foi para o Valencia em 2011. Ficou seis temporadas. Seu
contrato iria até junho de 2019.
Duas
situações ajudaram o Flamengo a fazer essa ótima contratação. O Valencia é um
clube que costuma contratar jogadores para valorizar e revender. E conseguiu o
que os dirigentes espanhóis classificam como uma grande oportunidade.
Por 7
milhões de euros, o Valencia comprou Neto da Juventus. O clube investiu 7
milhões de euros, cerca de R$ 25,5 milhões. O jogador ficou dois anos na
reserva do eterno Buffon. O ex-goleiro do Atlético Paranaense e da Fiorentina
tem um grande potencial. E está com ‘apenas’ 27 anos. Pode muito bem passar uma
ou duas temporadas e ser revendido, com lucro, caso saia tudo como planejado.
Diego
Alves estava propenso a seguir na Europa. Mas a proposta do Flamengo, clube
mais popular do Brasil, que está economicamente viável e com grande elenco, o
fez mudar de ideia.
O
Valencia cobrou barato pelo jogador. 300 mil euros, cerca de R$ 1 milhão. O
motivo principal não foi descrença no jogador. Muito pelo contrário, ele seguia
titular absoluto. Só que dois fatores pesavam. Ele ganhava muito bem. Cerca de
R$ 1 milhão mensais. E ele se indispôs com os torcedores. Como o clube foi mal,
ficando apenas na 12ª colocação, a pressão era grande.
E
Diego foi acusado de fazer gestos desdenhando as vaias da apaixonada torcida do
Valencia. Sua atitude desagradou os dirigentes. E facilitou a transação.
O
goleiro não esconde de ninguém que mantém acesa a esperança de disputar a Copa
do Mundo da Rússia. E o Flamengo poderia ser o passaporte ideal. Fazer com que
brigue para mostrar a Tite que merece ser ao menos testado.
Diego
Alves se notabilizou como um dos melhores goleiros do mundo na defesa de
pênaltis. Seu aproveitamento é de 51% em todo o período que ficou na Espanha. É
um dom que ele desenvolveu. Seu reflexo é excelente, assim como a explosão
muscular. Suas maiores qualidades.
“Não
tem preparação especial, no momento ali pode acontecer mil coisas. É sempre bom
ver o movimento, saber o lado que ele gosta mais, mas a intuição, o reflexo,
também são fatores que influenciam bastante. Saber jogar com a pressão que o
batedor via ter. Tento sempre isso, conversar, pegar algo que vai indicar onde
ele vai bater”, explica orgulhoso.
Diego
Alves assinou contrato por quatro anos.
Aceitou
ganhar, como salário, cerca de R$ 500 mil na Gávea.
Mas
terá bônus em conquistas, convocações e jogos.
Pode
ganhar bem mais, dependendo de sua performance.
Ele
acaba de chegar no Rio de Janeiro.

Ricardo não assumirá publicamente nem sob tortura. Mas Diego Alves era a peça
que faltava ao seu competitivo time. Depois da decepção com Alex Muralha, que
chegou até ser convocado por Tite, passou a jogar mal e não se recuperou.
Thiago
tem apenas 21 anos. É inexperiente para tanta responsabilidade.
Diego
Alves chega para o clube certo, na hora certa.
Tudo
indica que é uma das melhores contratações brasileiras em 2017.
O
Flamengo acertou em cheio ao escolher Diego Alves.
E
Diego Alves acertou em cheio ao escolher o Flamengo…

COMENTÁRIOS: