Diego Alves: Seleção e desejo pessoal jogam a favor do Flamengo

8
Diego Alves e Neymar – Foto: Cesar March

UOL: O
Flamengo iniciou as conversas para tentar contratar o goleiro Diego Alves.
Apesar dos valores envolvidos, o Rubro-negro tem bons motivos para ficar
otimista com o desfecho positivo de uma negociação que já foi tratada como
“impossível”.

De
acordo com a apuração do UOL Esporte, alguns pontos são fundamentais nas
tratativas. Aos 32 anos, Diego Alves tem como principal objetivo disputar a
Copa do Mundo de 2018. Para isso, o goleiro do Valencia-ESP deseja ficar mais
próximo de Tite, até por um pedido do treinador em relação aos cotados para a
posição.
Nos
últimos meses, o técnico da seleção brasileira deu demonstrações claras de que
o cenário em relação ao gol está totalmente aberto. O titular Alisson tem a
vaga ameaçada, mas começará a temporada como primeira opção na Roma. Weverton
caiu no conceito por sua má fase no Atlético-PR, enquanto Vanderlei e Cássio
devem ser testados em breve. Neste contexto, Diego Alves também tem a admiração
do estafe de Tite.
Em
meio a um processo profundo de reformulação no Valencia, Diego Alves e o clube
já têm praticamente definida a sua saída nesta janela de transferências. Neto,
brasileiro que era reserva de Buffon na Juventus-ITA, chegou como um dos
reforços mais importantes dos espanhóis até aqui. Em contrapartida, Diego tem
um dos salários mais altos e já não é visto como nome imprescindível por lá.
De
olho na possibilidade de jogar no Brasil, Diego se manteve em ritmo forte mesmo
nas férias. Com o auxílio de Leandro Franco, seu preparador há muitos anos, trabalhou
em Ribeirão Preto antes e depois de servir a seleção na Austrália. O goleiro
montou uma estrutura de primeira linha na própria casa no interior paulista e
cuidou da forma nas últimas semanas.
Segundo
pessoas próximas de Diego Alves, chegar a um acordo financeiro para retornar ao
futebol brasileiro não é algo difícil de ser alcançado – os vencimentos dele
giram em torno de R$ 900 mil e R$ 1 milhão, mas podem se enquadrar na realidade
flamenguista, que imagina um salário aproximado de R$ 600 mil.
A diretoria
rubro-negra recebeu a informação de que o jogador não vê problemas na questão
econômica e sempre comentou que jogar no Flamengo seria uma escolha simples,
pois se trata de um dos maiores clubes do país. A questão é como o compromisso
será amarrado. Diego Alves tem contrato com o Valencia até junho de 2019. A
liberação em definitivo e o empréstimo estão em discussão.
Nos
bastidores do Flamengo, o otimismo é grande por um acerto. Tratado como
“oportunidade de mercado”, Diego Alves pode se tornar a solução de um
setor que ainda tira o sono da torcida rubro-negra. A expectativa é de evolução
nas conversas. A janela de transferências fecha no dia 20 de julho.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here