Edmundo vê jogadores do Flamengo pragmáticos: “Não driblam”

38
Reprodução/Fox Sports

UOL
ESPORTE VÊ TV
: Em análise no programa A Última Palavra deste domingo (16),
Edmundo, criticou a falta de ousadia do Flamengo no empate por 1 a 1 com o
Cruzeiro, pela 14ª rodada do Brasileirão. O comentarista do FOX Sports atacou
as atuações de Diego e Éverton Ribeiro, responsáveis pela criação rubro-negra e
a falta de coragem que diz notar dos jogadores para arricar jogadas
individuais.

“Não
faltou vontade, técnica, mas na minha opinião faltou um pouco mais de coragem,
do drible, da ousadia de time grande que tem aquele camisa 10 que chama o jogo.
O Diego ficou um abaixo do que era esperado hoje, o Éverton Ribeiro, também. E
no Cruzeiro ficou nítido para mim o poder de definição que não tinha. Rondava a
área e não tinha aquele para botar a bola para dentro”, avaliou.
“Bota
o VT completo. Difícil você ver um drible, o cara chegar pelo lado do campo e
chamar a jogada. Não é só culpa do treinador, não. É culpa é dos atletas, de se
movimentar para encontrar o espaço do 1 a 1. Hoje, está muito pragmático. Toca,
toca, toca, toca, toca, esperando um espaço que não aparece. Ou se propõe a
jogar em contra-ataque, que os times fazem quando estão sem a bola, mas quando
estão com ela, eles tocam, tocam, tocam, tocam, se movimentam, estão muito bem
posicionados, mas falta coragem do jogador chamar a responsabilidade”, cobrou.

COMENTÁRIOS: