Enfim adaptado ao Flamengo, Berrio é peça-chave na Copa do Brasil

41
Berrio comemorando gol pelo Flamengo – Foto: Buda Mendes/Getty Images

GLOBO
ESPORTE
: Se no último sábado a vaga no time titular foi conquistada apenas no
aquecimento, quando detectou-se que Everton não teria condições, agora Berrío
volta a ser peça importante para a semana decisiva do Flamengo.

Sem
poder contar com reforços como Éverton Ribeiro e Geuvânio na Copa do Brasil, o
técnico Zé Ricardo tem no colombiano a principal opção para compor o ataque ao
lado de Everton e Guerrero. No clube desde o início do ano, a chance vem em bom
momento, quando o jogador enfim está mais adaptado.
O
Flamengo visitará o Santos, nesta quarta-feira, pela Copa do Brasil. A partida
da Vila Belmiro é válida pelo jogo de volta das quartas de final. No confronto
de ida, o Rubro-Negro venceu por 2 a 0.
Berrío
iniciou o jogo diante do Coritiba, sábado, após Everton ser retirado no
aquecimento por conta de uma gripe. O que se viu do camisa 28 em campo durante
os 60 minutos em que atuou foi um jogador mais solto, entrosado com o time e
errando bem menos do que quando chegou ao clube no começo da temporada. Além da
velocidade de sempre.
– Berrío
tem 27 jogs pelo Fla
– 12
vezes atuou como titular
– Ele
marcou 5 gols
– O
futebol brasileiro é diferente do futebol colombiano quanto à intensidade. No
dia a dia trabalho para seguir conseguindo ritmo, me adaptando. Nunca estive
adaptado a só um tipo de jogo, um esquema. Trabalho no dia a dia para dar tudo
de mim. O mais importante aqui é que o grupo me recebeu muito bem. Cada um dos
meus companheiros fala comigo e me dá suporte dentro e fora de campo. Para mim
foi muito importante – analisou Berrío.
O
atacante colombiano fez mais do que o gol – após bom passe de Éverton Ribeiro
num contra-ataque (assista ao vídeo). Berrío apareceu com frequência e bem pela
direita, conseguiu trabalhar melhor a bola do que de costume. Além disso,
segurava a marcação adversária e atrapalhava até mesmos as chegadas do
adversário.
Chegada badalada e gol na estreia
Berrío
foi um dos reforços do Flamengo no começo da temporada. Foi anunciado pelo
clube no fim de janeiro após negociação com o Atlético Nacional de Medellín. Os
valores da transação na época foram de US$3,5 milhões (cerca de R$11 milhões de
reais). Sua estreia foi em 8 de fevereiro, com um gol marcado sobre o Grêmio em
confronto válido pela Primeira Liga.
Suspensão atrapalhou
Apesar
do gol na estreia, Berrío oscilou muito nos primeiros meses de Fla. Teve
momentos bons, como o jogo diante do San Lorenzo, no Maracanã, pela
Libertadores. Ele substituiu Mancuello ainda no primeiro tempo e ajudou o time
na construção da goleada por 4 a 0. No entanto, ainda pelo torneio continental,
foi expulso no jogo diante do Universidad Católica, no Chile, e ficou suspenso
por três rodadas da fase de grupos.
Teve,
também, uma lesão. No início do Campeonato Brasileiro, Berrío sentiu um
problema muscular e perdeu algumas partidas – voltou a atuar apenas no mês
seguinte. O período longe de campo atrapalhou.
Retomada
O
atacante não atuava entre os titulares desde a queda da Libertadores quando
voltou a ter chance diante da Chapecoense, pelo Brasileirão. Na rodada
seguinte, entrou no decorrer do jogo diante do Bahia e marcou o gol da vitória
em lance de oportunismo.
Na
Copa do Brasil, teve boa atuação no jogo de ida pelas quartas diante do Santos.
Além disso, marcou um dos cinco gols do Rubro-Negro diante do Palestino, pela
Sul-Americana, no início do mês. Em um elenco competitivo como o do Fla, ele segue
sendo peça considerada importante por Zé Ricardo.

COMENTÁRIOS: