Escolhas de Zé Ricardo voltam a irritar a diretoria do Flamengo

50
Rodrigo Caetano e Zé Ricardo, no Flamengo – Foto: Bruno Giufrida‏

GAZETA
ESPORTIVA
: A classificação do Flamengo para as semifinais da Copa do Brasil não
amenizou a irritação de alguns membros da diretoria com as escolhas feitas pelo
técnico Zé Ricardo na derrota de 4 a 2 para o Santos, na Vila Belmiro, em
Santos (SP). O foco da revolta, que não foi externada publicamente, deveu-se à
escalação do goleiro Alex Muralha e do zagueiro Rafael Vaz. Ambos falharam em
gols do Peixe.

A
entrada de Muralha na vaga de Thiago não foi compreendida, uma vez que o jovem
vinha dando conta do recado. É consenso que Diego Alves será o titular, porém,
o jogador não pode ser inscrito na Copa do Brasil. Como o treinador não admitiu
o erro do arqueiro, os dirigentes temem que ele insista com Muralha nas semifinais
com o Botafogo.
“Acho
que o Muralha foi bem. A participação dele foi boa nas bolas em que foi
exigido. Ele não chegou por acaso à Seleção Brasileira, teve méritos. Temos
goleiros de excelente nível no elenco”, disse Zé Ricardo.
Outro
jogador que fez a diretoria do Flamengo perder a paciência foi Rafael Vaz, que
falhou no segundo gol do Santos. O jogador chegou a ser criticado pelo
lateral-direito Pará e não se pronunciou depois do jogo. Os dirigentes não
conseguem entender os motivos de o treinador ter aberto mão de Juan, experiente
defensor e que teve que se contentar com o banco de reservas na Vila Belmiro.
“A
gente não quer individualizar nenhum tipo de erro. Em vários momentos do jogo,
principalmente em seu começo, conseguimos a estratégia de impedir que o Santos
tivesse a posse de bola, o que é muito perigoso quando se joga na Vila Belmiro.
Portanto, não podemos responsabilizar um ou outro jogador pelos gols que
sofremos. Agora precisamos corrigir os erros cometidos neste jogo”, afirmou
Zé Ricardo
Nesta
quinta-feira o elenco realizou um trabalho regenerativo e a delegação deixou
Santos. Agora o foco é o jogo contra o Corinthians, no domingo, às 16h (de
Brasília), na Arena Corinthians, em São Paulo (SP), pela 17ª rodada do
Campeonato Brasileiro.
As
semifinais da Copa do Brasil serão nos dias 16 e 23 de agosto, e a CBF sorteará
os mandos na próxima segunda-feira. O adversário do Rubro-Negro será o
Botafogo, que se classificou ao despachar o Atlético Mineiro por 3 a 0, no
Nilton Santos, também na noite de quarta-feira. Para o duelo contra o
Alvinegro, a diretoria já decidiu que o Flamengo exercerá seu mando na Ilha do
Urubu e não no Maracanã. Apesar da maior capacidade, os altos custos do estádio
e o mau estado do gramado pesaram na decisão.

COMENTÁRIOS: