Especialista justifica protagonismo de Vinicius Jr sobre Paulinho

115
Vinicius Júnior segurando taças pela Seleção Brasileira – Foto: Reprodução

BLOG
DO MENON:
 No sábado, Vinícius Jr. entrou
e mudou um jogo. Deu um belo chapéu e sofreu o pênalti que deu a VITÓRIA sobre
o Coritiba. No domingo, Paulinho começou desde o início e foi fundamental na
vitória do VASCO sobre o Galo. Fez história ao superar Vinícius Jr e Brenner,
do São Paulo, tornando-se o primeiro jogador nascido em 2000 a marcar em um
Brasileiro.

Quem é
melhor? A batalha tomou conta das redes sociais. Os vascaínos curtindo, com
todo o direito, o momento de glória de seu garoto, afirmavam que Vinícius Jr.
era marketing e só. Que o bom da dupla é Paulinho. Como se apenas um fosse bom.
E o pessoal do Flamengo, argumentava sacando o talão de cheques. O Real Madrid
pagou 45 milhões de euros por quem mesmo? Como se o argumento pecuniário
resolvesse tudo.
Para
mim, vence o futebol brasileiro, cumprindo sua gloriosa missão de se renovar a
cada ano, a cada semestre. Os dois e mais Alanzinho, do Palmeiras, foram
fundamentais no Sul-americano sub-20. Os três e mais Brenner podem trazer o
mundial da categoria para o Brasil.
Procurei
o amigo Dassler Marques, especialista em futebol. E em futebol de base também.
Pedi que ele falasse sobre os dois.
”Os
dois estiveram juntos no título sulamericano. Foram os dois melhores do Brasil.
Começaram no mesmo nível, mas do meio para o final, Vinícius se tornou protagonista.
Ele é um jogador inventivo, ousado, grande poder de drible, qualidade nas duas
pernas, presença física, assistência e gols. Se melhorar o trabalho sem bola e
jogar mais coletivamente, ser menos individualista, tem tudo para ser um dos
melhores do mundo. Por isso, o Real Madrid pagou tanto. A expectativa sobre ele
é muito grande, muita pressão para quem acabou de fazer 17 anos.
O
Paulinho entrou em um cenário com menos expectativa, o que facilita. É forte,
inteligente, eficiente, sabe construir jogo e vem de temporadas muito boas na
base.
Os
dois são muito bons e é besteira diminuir o Vinícius Jr por conta do que o
Paulinho fez contra o Galo, até porque o Vinícius também jogou bem contra o
Coritiba”
O
bacana, eu acho, não é partir para comparações excludentes e sim imaginar os
dois, na Copa de 2022, formando um trio com o recém trintão Neymar.

COMENTÁRIOS: