Flamengo adota cautela e evita pressão na busca pelo título

33
Diego, do Flamengo, sorrindo – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO
ESPORTE
: Um início abaixo do esperado (com dois empates e uma derrota em
sequência) e a arrancada do Corinthians fizeram o Flamengo chegar à 14ª rodada
do Campeonato Brasileiro longe da liderança. Não o suficiente para fazer o
Rubro-Negro desistir do título, mas o bastante para o elenco mudar o foco e
adotar um discurso cauteloso, até para evitar uma possível pressão.

Afinal,
a distância para o líder atualmente é de 13 pontos (23 contra 36), mas pode
cair neste domingo – é só este o objetivo do time comandado pelo técnico Zé
Ricardo agora.
Um dos
líderes do elenco, o experiente meia Diego foi claro nos últimos dias: o
Flamengo não pode pensar no Corinthians. Em entrevista coletiva na última
sexta-feira, o armador disse que o Rubro-Negro não vai conquistar uma vitória
“de 12 pontos”, que era a diferença entre as equipes no momento.
Este
não é apenas o discurso de Diego. É o pensamento de todo o elenco. Os jogadores
e a comissão técnica não querem pensar em algo que, pelo menos por enquanto,
está distante – isso tiraria o foco real e criaria uma pressão desnecessária,
por exemplo.
Isso
não significa que o Flamengo “esqueceu” a briga pelo título do
Campeonato Brasileiro. Muito pelo contrário: acredita que focar apenas no
adversário que está logo à frente na tabela é o caminho mais curto para chegar
ao topo.
Atualmente,
o Santos, com a mesma pontuação, mas uma vitória a mais (sete contra seis), é o
terceiro colocado, enquanto o Flamengo é o quarto. Neste domingo, às 16h (de
Brasília), o Rubro-Negro visita o Cruzeiro no Mineirão e pode até ser
vice-líder. Precisa ganhar e torcer para o time da Vila Belmiro não vencer o
Vasco no Nilton Santos e o Grêmio perder para a Ponte Preta em sua arena.
Uma
vitória deixa, é claro, a equipe comandada pelo técnico Zé Ricardo mais próxima
do Corinthians, que empatou com o Atlético-PR neste sábado, em casa, e perdeu a
chance de se distanciar ainda mais na liderança do Brasileirão.

De
qualquer forma, o Flamengo não quer fazer conta neste momento. Quer só uma
coisa: vencer tudo o que puder e, se contar com tropeços dos adversários na sua
frente, se aproximar do topo o quanto antes. Mas isso vai ser consequência –
pelo menos é o discurso público dos experientes jogadores do Rubro-Negro.

COMENTÁRIOS: