Flamengo: Da euforia ao banho de água fria

11
Diego durante Flamengo x Grêmio – Foto: Buda Mendes/Getty Images

GOAL: O
Flamengo sabia da importância do confronto com o Grêmio na noite da última
quinta-feira (13) e, por conta disso, os torcedores lotaram a Arena do Urubu e
apoiaram a equipe, transformando o estádio em um verdadeiro caldeirão.

No
entanto, os 18.204 rubro-negros presentes (recorde na Arena) levaram um
verdadeiro banho de água fria com o revés para o Grêmio por 1 a 0. Isso porque
eles presenciaram não só a primeira derrota da equipe no estádio, como também
viram cair para a quarta posição do Campeonato Brasileiro e a vantagem do
Corinthians na liderança aumentar para 12 pontos.
Irritados
com a conhecida catimba dos jogadores gremistas, os torcedores a todo momento
da partida reclamavam e se mostravam inconformados com a insistência de Zé
Ricardo em Leandro Damião, que substituiu Paolo Guerrero, suspenso pelo
terceiro cartão amarelo.
O
princípio de vaia que surgiu logo após o apito final foi abafada pelos demais
torcedores que se mostraram satisfeitos com o empenho dos jogadores. E, de
fato, isso deve ser reconhecido.
É bem
verdade que a vantagem do Corinthians é grande. Porém, o campeonato é longo e
ninguém deve jogar a toalha. Nem os torcedores, nem os jogadores. Prova disso
foi o discurso de Diego logo após a partida.
“Possível
é, sem dúvida. Nós temos esse sonho, porém não é o momento de falar. Precisamos
nos concentrar. Na última vitória a gente estava bem empolgado aqui. Tem muita
coisa para acontecer, estamos claramente em crescimento apesar da
derrota”, afirmou.
A
sequência não será fácil. Após o Cruzeiro fora de casa, o Palmeiras recebe o
Palmeiras na Ilha do Urubu. É como o Diego falou: momento da equipe se
concentrar e focar no objetivo. Ainda há campeonato.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here