Flamengo dedica estrutura e profissionais para recuperar Conca

28
Conca em treino físico pelo Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

ESPN: A
ausência de Diego, poupado, da partida contra o Coritiba, às 19 horas deste
sábado, na Ilha do Governador, somada ao fato de Darío Conca ficar fora da
lista de relacionados para o jogo causou estranheza. Sem o camisa 35, seria
natural que o ex-tricolor tivesse a chance de pelo menos figurar entre os
reservas, com maiores possibilidades de aproveitamento durante o cotejo, o que
não acontecerá. O fato é que ele ainda não reúne as condições consideradas
ideais para ir a campo, sua avaliação aponta um estágio físico abaixo dos
companheiros, e isso mantém o argentino fora do time rubro-negro.

O
Flamengo tem outros cinco estrangeiros em seu elenco, os peruanos Trauco e
Guerrero; os colombianos Cuellar e Berrío; e o argentino Mancuello. Como Conca
não está 100% fisicamente e um deles teria que ficar fora (só podem ser
relacionados cinco por peleja), a comissão técnica optou por deixar Conca de
fora. Mesmo sem Diego. Ele não entra em campo há mais de um mês, desde os oito
minutos nos quais esteve em ação diante do Fluminense (entrou no lugar de
Cuellar), nos 2 a 2 de 18 de junho. Participou pelo mesmo tempo nos 2 a 0 sobre
a Ponte Preta (substituiu Diego), na Ilha, em sua estreia, quatro dias antes.
Conca
se lesionou em agosto do ano passado defendendo o Shanghai SIPG. Ele sofreu uma
ruptura do ligamento cruzado do joelho esquerdo, fez a cirurgia no Colorado,
Estados Unidos, e deu início à fisioterapia em Miami, onde possui uma casa, até
ser emprestado ao Flamengo. O compromisso vai até dezembro. Para tê-lo, os
flamenguistas pagam, desde que entrou em campo em jogo oficial, uma parcela
menor de sua remuneração na China. Ele foi contratado ainda com a participação
do ex-vice de futebol, Flávio Godinho.
No
Centro de Treinamentos o clube carioca tem dedicado estrutura e profissionais
para colocar o meia na melhor forma, o que está demorando mais do que se
imaginava. Como o próximo compromisso da equipe será na quarta-feira, contra o
Santos, na Vila Belmiro pela Copa do Brasil, o argentino completará pelo menos
38 dias sem atuar, tendo jogado apenas por 16 minutos em suas curtíssimas
aparições, ainda em junho. Obviamente se esperava uma evolução desde então.
Há uma
incerteza sobre quando estará bem a ponto de disputar espaço no concorrido
elenco do Flamengo. O técnico Zé Ricardo, claramente, por isso o deixa de lado,
e assim deverá ser até que entre em forma. A questão é, entrará?

COMENTÁRIOS: