Flamengo encara Coritiba com Zé Ricardo pressionado

33
Zé Ricardo, treinador do Flamengo – Foto: Buda Mendes/Getty Image

UOL: O
Flamengo recebe o Coritiba e tem a obrigação de vencer para amenizar o momento
delicado no Brasileiro. O jogo começa às 19h (de Brasília), na Ilha do Urubu. O
time vem de dois tropeços em casa contra concorrentes ao topo da tabela e está
12 pontos atrás do líder Corinthians – 37 a 25.

O
desempenho aquém do investimento realizado só complica a situação do técnico Zé
Ricardo com a torcida. Após o empate por 2 a 2 com o Palmeiras, os torcedores
protestaram e pediram a saída do treinador. Os ânimos se exaltaram e houve até
bate-boca entre o presidente Eduardo Bandeira de Mello e alguns flamenguistas.
O
próprio mandatário saiu mais uma vez em defesa do treinador.
“Zé
Ricardo é técnico do Flamengo e vai continuar. Sabemos que sofre pressões,
inclusive de setores da imprensa, mas continua. Respeitamos que parte da
torcida não goste, mas a maioria apoia o trabalho feito no Flamengo”,
comentou.
O
time, que não rendeu o esperado nos últimos jogos, tem problemas para engrenar.
A criação de jogadas e os espaços nos contra-ataques rivais são defeitos que
precisam de correção. O desgaste dos meias – por vezes sobrecarregados – também
causa contratempos.
O
Rubro-negro entra em campo com a pressão de vencer e sem Diego, poupado pela
comissão técnica justamente em razão do desgaste. Já o goleiro Diego Alves teve
a estreia cogitada, mas ficou definido que Thiago mais uma vez defenderá o
Flamengo. O reforço fará o primeiro jogo somente no próximo final de semana,
contra o Corinthians, em São Paulo.
“Estamos
incomodados com o momento. Não com a pressão, mas pelos resultados não
aparecerem do jeito que buscamos. O Zé está conseguindo explicar o que deseja.
É um cara estudioso e que conhece futebol como poucos. Fazemos bons jogos, mas
não aliamos com a vitória. Isso é o que mais interessa no momento. Tenho a
certeza de que na próxima partida já daremos a resposta ao torcedor. Eles
esperam a vitória tanto quanto nós”, encerrou o meia Everton Ribeiro.

COMENTÁRIOS: