Flamengo: Zé Ricardo entra para Top 5 treinadores do Brasileirão

35
Foto: Divulgação

ESPN: Pelo
segundo ano consecutivo, a Universidade do Futebol e a ESPN realizam o Ranking
dos Treinadores do Campeonato Brasileiro. A ferramenta foi elaborada depois de
três anos de estudos e avalia os comandantes de todos os times que disputam o
campeonato nacional por meio de critérios objetivos de desempenho.

Para
desenvolver o Ranking dos Treinadores, a Universidade do Futebol passou a
analisar os dados dos últimos oito anos do Campeonato Brasileiro. O ranking
consiste na soma de pontos para diferentes critérios como vitórias dentro e
fora de casa, número de gols marcados e sofridos e ainda mensuração da
disciplina por intermédio do número de cartões recebidos pela equipe, incluindo
o próprio treinador.
Mesmo
liderando o ranking, com o empate para o Atlético-PR, a média de Fábio Carille
caiu para 0.39. Enquanto isso, Renato Gaúcho está cada vez mais perto de
assumir a primeira posição, com 6.77, ao vencer a Ponte Preta por dois gols de
diferença. Já Zé Ricardo, assumiu a quarta posição e entrou para os top 5.
Um
grande destaque nesta rodada foi Abel Braga. O comandante do Fluminense subiu
duas posições, agora ocupando a 6ª, com 4.59, encostando no quinto colocado
Vagner Mancini, que atualmente se encontra sem clube. Já Pachequinho, que viu
sua equipe ser derrotada pelo clube das Laranjeiras, caiu da quarta para a
sétima posição.
Corinthians 2 x 2 Atlético-PR
No
primeiro jogo da rodada, o Corinthians recebeu o Atlético-PR e saiu da partida
com o terceiro empate da equipe na competição. Com o resultado, os comandados
de Fabio Carille têm a sequência de cinco vitórias consecutivas interrompida,
porém mantém a invencibilidade e o incrível aproveitamento de 86% dos pontos
disputados, porcentagem recorde na história do campeonato e muito acima dos 53%
de média histórica da equipe.
Com o
empate contra o Corinthians, a equipe do Atlético-PR aumenta para quatro jogos
o número de partidas consecutivas sem vencer na competição, com dois empates e
duas derrotas (ambos os empates fora de casa). Apesar disso, a equipe do
treinador interino Kelly conquista um importante resultado contra a melhor
equipe da competição e um dos mandantes mais fortes historicamente, o que,
apesar do desempenho de 38% dos pontos disputados ainda estar abaixo da média
histórica da equipe, beneficia o treinador no Ranking.
Palmeiras x Vitória    
Após
duas derrotas consecutivas, o Palmeiras recebeu o Vitória e voltou a vencer na
competição. O resultado representa a quinta vitória como mandante da equipe de
Cuca das sete conquistadas na competição, com aproveitamento de 76% dos pontos,
muito aquém dos 29% conquistados da equipe longe do Allianz Parque.
Com a
derrota para o Palmeiras em São Paulo, o Vitória sofre a segunda derrota consecutiva
na competição, com uma média de quatro gols sofridos nestas partidas. A equipe
treinada por Gallo tem desempenho muito abaixo da sua normalidade na
competição, com média de 28,55% de pontos conquistados até o momento, abaixo
dos 40,56% que a equipe possui historicamente na competição, o que prejudica o
treinador no Ranking.
Vasco x Santos   
Com
portões fechados e atuando no Engenhão por conta da interdição em São Januário,
o Vasco recebeu o Santos e empatou pela primeira vez enquanto mandante. A
equipe de Milton Mendes chega ao segundo jogo consecutivo em casa sem marcar
gols, apesar da média de 1,38 gol marcado no campeonato nesta condição. O
resultado também diminui o aproveitamento médio da equipe, o qual se iguala ao
desempenho histórico do time nos pontos corridos, com 44% de aproveitamento.
O
empate contra o Vasco no Rio de Janeiro leva a equipe do Santos ao quarto jogo
consecutivo sem derrota, sendo três destes fora de casa (duas vitórias e dois
empates). Além disso, os comandados de Levir Culpi não sofrem gols pela segunda
partida seguida, com média de menos de um gol sofrido por jogo (0,71 gol/jogo)
e aproveitamento melhor do que a média histórica da equipe enquanto visitante
(52% contra 36%), o que beneficia o treinador no Ranking.
Cruzeiro x Flamengo    
Recebendo
o Flamengo no Mineirão, o Cruzeiro empata e mantêm a sequência de cinco partidas
sem perder em casa (três vitórias e dois empates). Comandada por Mano Menezes,
a equipe mineira tem uma pequena queda no aproveitamento enquanto mandante,
ainda que ela esteja acima do rendimento histórico da equipe quando atua em
Minas Gerais nos pontos corridos (67% contra 65%), além de empatar com um dos
melhores visitantes do campeonato, o que beneficia o treinador no Ranking.
O
empate contra o Cruzeiro no Mineirão mantém o bom rendimento do Flamengo como
visitante. A equipe carioca possui apenas uma derrota em oito partidas fora de
casa, sendo um dos melhores visitantes da competição e aproveitamento de 54%
dos pontos disputados, além de ter conquistado o resultado contra o quinto
melhor mandante histórico dos pontos corridos, o que beneficia o treinador Zé
Ricardo dentro do Ranking.
Grêmio x Ponte Preta    
O
Grêmio recebeu a equipe da Ponte Preta e conquistou a segunda vitória em
sequência no campeonato após três derrotas consecutivas. A equipe de Renato
Gaúcho confirma o status de terceiro melhor mandante na competição, atrás
apenas do líder Corinthians e do Palmeiras, e mantêm seu rendimento atuando
dentro do Rio Grande do Sul, no qual tem o segundo melhor aproveitamento
histórico (atrás apenas do São Paulo) e também se consolida como melhor ataque
da competição (27 gols marcados – média de 1,93 gol/jogo).
Com a
derrota para o Grêmio, a Ponte Preta chega à terceira derrota consecutiva e
quinto jogo seguido sem vencer na competição (um empate e quatro derrotas).
Além disso, a equipe comandada por Gilson Kleina segue sem vencer fora de
Campinas na competição, com três empates e cinco derrotas, com aproveitamento
de 12,5%, demonstrando a irregularidade da equipe na competição, já que é uma
das melhores equipes atuando em casa, porém sem repetir o desempenho como
visitante.
Bahia x Avaí    
No
fechamento da rodada de domingo, o Bahia recebeu o Avaí na Fonte Nova para
manter o rendimento após a vitória sobre a Ponte Preta em Campinas. Com o
empate, a equipe baiana chega ao quarto jogo seguido sem vencer em casa, com
dois empates e duas derrotas, diminuindo o rendimento da equipe para 52%, ainda
maior do que os 47% de aproveitamento histórico da equipe nos pontos corridos.
Além disso, a equipe não conseguiu vencer um dos piores visitantes no histórico
de desempenho dos pontos corridos, o que prejudica o treinador Jorginho no
Ranking.
 Com o empate contra o Bahia fora de casa, a
equipe do Avaí chega ao terceiro jogo seguido como visitante sem derrota, com
duas vitórias e um empate. A equipe de Claudinei Oliveira chega a um
aproveitamento de 31% na competição, ainda abaixo da média histórica da equipe
nos pontos corridos de 38%, além de contar com um ataque de média com menos de
um gol por jogo (0,64 gol/jogo) e média de mais de um gol sofrido por jogo (1,3
gol/jogo).
Chapecoense x São Paulo    
Na
partida contra o São Paulo, a Chapecoense consegue encerrar a sequência de seis
partidas seguidas sem vencer na competição. Na primeira vitória sobre o comando
de Vinicius Eutrópio, a equipe catarinense chega aos 54% de aproveitamento como
mandante, desempenho similar ao histórico da equipe nos últimos anos, além de
bater o melhor visitante histórico dos pontos corridos, o que beneficia o
treinador no Ranking.
O São
Paulo visitou a Chapecoense e aumentou a sequência de partidas sem vencer para
nove na competição. Ainda sem vencer sob o comando de Dorival Junior, a equipe
atinge a marca de 4% de pontos conquistados fora do Morumbi, com apenas um
empate em oito jogos nesta circunstância, muito abaixo dos 44% históricos da
equipe, maior aproveitamento nos pontos corridos dentre as 20 equipes
participantes, o que prejudica o treinador no Ranking.
Coritiba x Fluminense 
Abrindo
os jogos das 19:00, o Coritiba recebeu o Fluminense no Couto Pereira. Com a
derrota, a equipe de Pachequinho atinge o quinto jogo seguido como mandante sem
vencer na competição, com apenas duas vitórias nos últimos dez jogos e
aproveitamento médio de 44% dos pontos disputados, porcentagem similar ao
desempenho histórico da equipe nos pontos corridos, com os mesmos 44%,
compensando o baixo desempenho como mandante atuando melhor como visitante do
que historicamente apresenta.
Após
quatro partidas sem vencer na competição, o Fluminense vence o Coritiba fora de
casa e volta a conquistar três pontos. Os comandados de Abel Braga aumentam o
desempenho da equipe como visitante, a qual é superior aos números quando atua
dentro do Rio de Janeiro, com desempenho médio de 48%, número similar ao
desempenho histórico da equipe nos pontos corridos. Porém, por vencer um
mandante forte historicamente, o resultado beneficia o treinador no Ranking.
Atlético-GO x Atlético-MG    
No
duelo de Atléticos da rodada, o Goianiense recebeu o Mineiro em Goiânia. Com a
derrota, a equipe comandada por Doriva chega à sete partidas consecutivas sem
vencer na competição, sendo o último resultado positivo na sétima rodada,
quando bateu o Avaí por 3 a 1. Com desempenho médio de 19%, a equipe faz
campanha abaixo de sua média histórica, a qual é de 35% de pontos, o que
prejudica o treinador na competição.
A
vitória sobre o Atlético-GO interrompe a sequência de três partidas sem vencer
consecutivas do Atlético-MG (uma partida pela Libertadores). Sob o comando de
Roger Machado, a equipe mineira confirma o favoritismo e vence o pior mandante
histórico dos pontos corridos na competição, mantendo um aproveitamento melhor
como visitante do que atuando no Horto (57% contra 38%), algo incomum na
história da equipe no Campeonato Brasileiro.
Botafogo x Sport    
No fechamento
da rodada, o Botafogo recebeu o Sport no Rio de Janeiro e conquistou a segunda
vitória consecutiva da equipe. Com o resultado, os comandados de Jair Ventura
emendam a terceira partida consecutiva sem perder (duas vitórias e um empate) e
melhora o aproveitamento da equipe como mandante para 67%, melhor do que o
histórico da equipe nos pontos corridos (58%), chegando à sexta posição no
campeonato.
 O Sport visitou o Botafogo no Rio de Janeiro e
é derrotado após cinco partidas consecutivas de invencibilidade (quatro
vitórias e um empate). A equipe de Vanderlei Luxemburgo volta a sofrer gols
após quatro partidas, com uma média de 1,3 gol sofrido por jogo. Considerando o
histórico da equipe nos pontos corridos da equipe, o aproveitamento atual da
equipe no campeonato é positivo, já que o time pernambucano é a pior equipe
visitante na história dos pontos corridos (23% de aproveitamento contra os 33%
da temporada atual), porém, com o desempenho recente da equipe na sequência de
vitórias, o impacto na pontuação do treinador no Ranking é negativo, diminuindo
sua pontuação média.
Os dez primeiros no ranking
1)
Fábio Carille (Corinthians) – 7.27
2)
Renato Gaúcho (Grêmio) – 6.77
3)
Levir Culpi (Santos) – 5.91
4) Zé
Ricardo (Flamengo) – 4.85
5)
Vagner Mancini (Sem clube, ex-Chapecoense) – 4.82
6)
Abel Braga (Fluminense) – 4.59
7)
Pachequinho (Coritiba) – 4.57
8)
Vanderlei Luxemburgo (Sport) – 4.49
9)
Jair Ventura (Botafogo) – 4.30
10)
Eduardo Baptista (Sem clube, ex-Atlético Paranaense) – 3.66 

COMENTÁRIOS: