“Jogadores precisam entender o que representa Flamengo”, diz Zico

31
Zico segurando a camisa do Flamengo na Gávea – Foto: Bruno Baketa

GLOBO
ESPORTE
: Zico e Júnior foram dois expoentes do período de maior sucesso da
história do Flamengo, nos anos 80. Três décadas depois, o clube busca montar um
elenco forte (guardadas as devidas proporções, claro), visando ingressar em um
novo período de glórias.

Os
ídolos rubro-negros estiveram juntos neste sábado, na inauguração de uma
escolinha de futebol do Maestro em Guaratiba. Aproveitamos o encontro e
perguntamos a eles se o elenco atual do Fla, com Diego, Guerrero, Éverton
Ribeiro e cia., tem potencial para repetir as conquistas daquela época. O
Galinho mostrou otimismo:

Torcemos para que os resultados possam aparecer e as conquistas também. Isso
vai deixar feliz a Nação, que sempre ajuda, sempre prestigia. O Flamengo tem
procurado investir, trazer bons jogadores e eles têm que, dentro do campo,
entender, o que representa o Flamengo.
Júnior,
por sua vez, ressalta que o sucesso não vem de uma hora para outra e crê que o
time precisará de mais um tempo para engrenar, principalmente com as chegadas
recentes de reforços.
– Pode
conseguir, naturalmente terá sucesso. A grande diferença é que nós já éramos
uma equipe. Éramos um time montado há vários anos, três gerações. Foi o que fez
a grande diferença. O Flamengo (de hoje) tem ótimos valores individuais, mas
valor individual não é suficiente para chegar a grandes conquistas. É preciso
ter harmonia, entrosamento. Mas isso vai ser adquirido com o tempo.
O
Maestro acredita que o time vai encontrar aos poucos esse entrosamento durante
o Campeonato Brasileiro. A demora, porém, pode prejudicar as chances de título,
ainda mais pela campanha acima da média do líder Corinthians no primeiro terço
da competição.
– Vai
conseguir. Talvez mais para o segundo turno. A dificuldade maior é que é
montado um time atrás do outro. A zaga do Flamengo, por exemplo, a gente não
sabe quem é ainda. Chegou o Rhodolfo que parecia que ia assumir a vaga, se
machucou… Esse é o problema, você ter que ir remontando o time ao longo do
campeonato – ressaltou.
Ídolos divergem sobre Zé Ricardo
Por
falar em tempo, na ocasião da eliminação do Flamengo na Libertadores, em maio,
Zico e Júnior fizeram críticas a decisões de Zé Ricardo na fatídica derrota
para o San Lorenzo, na Argentina. Passados dois meses da queda, os ídolos
divergem sobre o treinador rubro-negro.
Questionado
se o jovem técnico seria o nome ideal para comandar um elenco cada vez mais
recheado de estrelas, Zico deu um voto de confiança a Zé e defendeu que o
treinador precisa de tempo para entregar resultados:
– O
que vale para um treinador é a capacidade. Ele é um treinador jovem, que está
procurando pôr em prática suas ideias, é um cara que foi vencedor na base e é
preciso dar tempo a ele, para cada vez mais adquirir experiência. Vai fazer
coisas boas, vai cometer erros, como todo ser humano, mas eu gosto muito do
trabalho dele – avaliou o Galinho.

Júnior tem uma visão mais crítica do atual técnico. O Maestro acredita que um
nome mais experiente aceleraria o processo de entrosamento dos jogadores.
– O
ideal é que você tivesse um treinador com mais experiência, até mesmo para
poder olhar de frente essa rapaziada. Mas de repente nem é esse o problema.
Logicamente um treinador mais experiente poderia fazer que esse tempo para
chegar ao tal entrosamento fosse encurtado.
Apesar
de reconhecer o bom aproveitamento de Zé Ricardo a frente do Fla (69,7% em
2017), Júnior acha que o futebol apresentado pelo time poderia ser melhor.
– Os
números são favoráveis, mas não são suficientes para se dizer que o Flamengo
joga o futebol que a torcida quer. Se é o futebol de resultado, tá aí, 60 e
poucos por cento de aproveitamento. Mas acho que isso não é o suficiente, com o
material humano que tem na mão, vai precisar mostrar que esse time tem muito
mais coisa para mostrar.
Sob o
comando de Zé Ricardo, o Flamengo possui 26 vitórias, 12 empates e 5 derrotas
em 43 jogos oficiais disputados em 2017. A equipe conquistou o título Carioca,
mas foi eliminada na 1ª fase da Libertadores. Atualmente está na 4ª colocação
do Campeonato Brasileiro, nas quartas de final da Copa do Brasil e nas oitavas
da Sul-Americana. O próximo desafio é nesse domingo, 16h, contra o Cruzeiro, em
Belo Horizonte, pela 14ª rodada do Brasileirão.

COMENTÁRIOS: