Juca Kfouri diz o que o Flamengo deve aprender com o Santos

29
Guerrero em Flamengo x Coritiba com a camisa amarela – Foto: Gilvan de Souza

JUCA
KFOURI:
Enquanto o Flamengo sofreu para vencer o Coritiba em mau momento  por 2 a 1 ontem à noite, com gol de pênalti
nos acréscimos, o Santos passou muito bem pelo Bahia em boa fase por 3 a 0
agora pela manhã.

A
diferença entre Santos e Flamengo não está apenas no fato de um ter mantido com
tranquilidade o terceiro lugar enquanto o outro sofreu para manter o quarto.
O
Santos jogou um futebol à altura dos 35.769 pagantes no Pacaembu em festa e o
Flamengo esteve do tamanho do público na irritada Ilha do Urubu, com 11.722
pagantes.
O
Santos estava todo desfalcado de quatro titulares e andou vendendo jogador
importante, enquanto o Flamengo só se reforça.
Se o
Santos tem Vanderlei em estado de graça e o Flamengo acaba de trazer Diego
Alves, o time paulista recomeça a jogar o futebol que o levou ao
vice-campeonato brasileiro no ano passado e o Flamengo ainda está longe do que
apresentou para ser o terceiro na última temporada.
Do
jeito  que as coisas estão, teremos
repeteco em 2017.
Levir
Culpi está botando o Santos para jogar e não foi à toa que Bruno Henrique fez
três gols hoje, dois no primeiro tempo, e Vecchio saiu aplaudido do gramado.
Já Zé
Ricardo ainda não consegue o que quer e agradece a Berrío e Everton Ribeiro
pelos gols da vitória, mas, principalmente, ao zagueiro Márcio, do Coritiba,
que fez um pênalti burro em Vinicius Júnior, aos 46 minutos do segundo tempo.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here