Licitação do Maracanã só deve sair após eleição

41
Maracanã em jogo do Flamengo – Foto: Divulgação

DE
PRIMA
: A demora por parte governo do Rio para colocar na rua o novo edital de
concessão no Maracanã já fez surgir uma percepção de quem trabalha no estádio
do risco crescente de que a licitação só aconteça depois da troca de poder no
Palácio Guanabara, em decorrência da eleição de 2018. A Casa Civil é a
secretaria que lidera o assunto. Integrantes do governo, no entanto, dizem
aguardar o desfecho do processo de arbitragem que corre na Câmara da FGV para
encerramento do contrato com a concessionária.

Na
FGV, os árbitros estão em processo de solicitar documentação às partes para
posteriormente marcar audiências. Paralelamente, a concessionária, encabeçada
pela Odebrecht, troca ideia com o secretário da Casa Civil, Christino Áureo, e
se mostra disposta a uma saída amigável.
———
A CBF
mandou para o acervo que fica exposto no Maracanã uma das camisas usadas na
campanha da Rio-2016. A administração do tour do estádio estava em busca de uma
peça da conquista, mas via dificuldades porque o uniforme – sem o escudo da CBF
e com a bandeira do Brasil – sequer foi à venda. O Tour do Maracanã e o Museu
da CBF fecharam parceria que envolve descontos no ingresso para quem tiver
visitado o estádio antes de ir à sede da entidade.

COMENTÁRIOS: