Maurício Prado critica técnico do Flamengo e “pereba enganador”

32
Márcio Araújo durante Santos x Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

RENATO
MAURÍCIO PRADO
: O Flamengo fez 1 a 0, graças a lindo lançamento de Diego para
Berrio marcar – e a partir daí o Santos precisaria fazer 4 a 1. Bruno Henrique
empatou ainda no primeiro tempo, mas logo no lance inicial da segunda etapa,
Guerrero marcou 2 a 1, em outra grande jogada, desta vez de Éverton, concluída
pelo artilheiro peruano. Fim de papo? Pois, sim.

Falhas
grotescas daqueles que destoam do novo time do Fla comprometeram de tal forma a
atuação rubro-negra, que o Santos virou para 3 a 2, em apenas dois minutos, e
ainda fez o quarto, no finalzinho, ficando a apenas um gol da vaga na semifinal
da Copa do Brasil. Ah, Zé Ricardo…
A
escalação de Muralha, com a justificativa de maior experiência do que o jovem
Thiago, foi um desastre anunciado. Se no primeiro gol santista, não teve culpa
(foi um chute forte, no ângulo), no segundo engoliu um frangaço e no quarto
falhou grotescamente ao sair do gol. Em suma: uma catástrofe.
A
insistência com outros jogadores reconhecidamente medíocres como Rafael Vaz e
Márcio Araújo também comprometeram o que poderia ter sido uma classificação
tranquila, até com ótimos momentos durante os 90 minutos. Mas com essa turma em
campo, não tem jogo fácil, nem calmo.
De
bom, é importante ressaltar o excelente primeiro tempo de Diego (cansou e caiu
um pouco de produção no segundo), as ótimas atuações de Éverton, Guerrero e
Cuellar e os 45 minutos inicias de Berrio (o colombiano se mostra cada vez mais
útil).
De
ruim, as substituições de Zé Ricardo, que tirou Berrio, justamente quando o
jogo se mostrava mais adequado aos contra-ataques do Fla, e relançou mais tarde
outro pereba enganador: Gabriel.
Que
venha o Corinthians. Em alguns momentos, quando a bola passava pelos pés de
Cuellar, Diego, Éverton e Guerrero, o Mais Querido até jogou um futebol que
parece capaz de quebrar a invencibilidade do líder do campeonato. Em outros,
porém, quando pontificavam Muralha, Rafael Vaz, Márcio Araújo e Gabriel… Deus
me livre!
No
domingo, deve estrear Diego Alves e voltarão a ficar à disposição Éverton
Ribeiro e Geuvânio. Boas notícias. As más são que Rafael Vaz e Márcio Araújo
continuarão a ser titulares. Aí é que mora o perigo…
O
adversário na semifinal da Copa do Brasil será o Botafogo, uma espécie de
antônimo do Flamengo. Tem um elenco bastante limitado em termos técnicos, mas é
extremamente bem treinado e sabe exatamente o que fazer em campo.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here