Maurício Prado critica Zé Ricardo: “Por que não tirou Márcio Araújo?”

51
Márcio Araújo em Corinthians x Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

RENATO
MAURÍCIO PRADO
: Jogo após jogo, a defesa do Flamengo continua a atuar em linha
e a levar gols com bolas nas costas. Foi assim que Jô abriu o placar para o
Corinthians, no primeiro tempo, e quase decidiu, já no finalzinho da partida,
quando Diego Alves, ao contrário do que acontecera na etapa inicial, conseguiu
fazer uma defesa difícil, em chute cruzado idêntico.

Do
jeito que a coisa está feia e diante dos zagueiros disponíveis (Juan, velho, e
Vaz, horroroso), ao menos na ausência de Rhodolfo, acho que está na hora de o
técnico Zé Ricardo experimentar uma formação com três zagueiros – e Rômulo me
parece a melhor opção para completar o trio, entrando no lugar do inútil Márcio
Araújo, que além de atrasar todas as saídas de bola, ainda se mete agora a
avançar para desferir medonhos chutes na arquibancada.
No
empate em 1 a 1, no Itaquerão, o Flamengo foi péssimo no primeiro tempo e só
não viu a vaca ir pro brejo definitivamente porque a arbitragem cometeu um erro
crasso, anulando gol legal de Jô, com o placar em branco. Ainda assim, o
rubro-negro se perdeu e, mesmo com maior posse de bola, não conseguiu criar
bulhufas em termos ofensivos, atuando com a defesa exposta o tempo todo. Um a
zero foi um baita lucro para o time de Zé Ricardo.
Após o
intervalo, com a substituição de Cuellar por William Arão (por que diabos não
no lugar do maldito Araújo???), o Fla melhorou e, diante de um Corinthians que
passou praticamente só a se defender, esperando um contra-ataque, começou a
ameaçar o gol de Cássio, na base do abafa. O gol de empate acabou saindo na
cobrança de um escanteio, quando Juan (que pouco antes já obrigara Cássio a fazer
grande defesa, em outra cobrança de córner) cabeceou para Réver e este, num
bela meia-bicicleta colocou 1  a 1, no
placar.
A
entrada de Berrio (no lugar de Trauco, passando Éverton para a lateral e
Éverton Ribeiro para o lado esquerdo) aumentou um pouco mais o poder ofensivo
do Mais Querido e numa jogada do colombiano com Arão (que entrou muito bem no
jogo), Diego perdeu um gol feito, na cara de Cássio! Continua mal o maestro e
já são duas vitorias que escapam nos seus pés (pênalti contra o Palmeiras e
hoje)…
Houve
ainda uma bola no travessão corintiano, num cruzamento que o zagueiro cortou
mal e enganou Cássio, e com a entrada de Vinícius Jr, aos 40 do segundo tempo
(deveria ter entrado mais cedo, pois Diego estava cansado e com a mão
machucada), os cariocas ameaçaram em outras ocasiões, mas não conseguiram
marcar.]
No
finalzinho, em outra bola nas costas da zaga, Jô quase deu a vitória ao Timão.
Mas aí, Diego Alves, que me pareceu ter saltado atrasado no gol, se redimiu,
fazendo grande defesa.
Fim de
jogo e a torcida do Flamengo continua com motivos de sobra para se preocupar.
Ou Zé Ricardo acerta essa zaga, ou vai perder todos os títulos que disputa esse
ano. A Libertadores e, agora, o Brasileiro, já eram.
A
PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR: ONDE ESTÁ MÁRCIO ARAÚJO?

Foto: Reprodução

COMENTÁRIOS: