Neto critica o Vasco: “Fica despertando ódio”

55
Torcedor do Vasco sendo algemado e preso pela Polícia em São Januário – Foto: Reprodução

CRAQUE
NETO 10
: A décima segunda rodada do Brasileirão começou no sábado com três
jogos. Em Goiânia, no jogo dos desesperados, o Vitória, que está no Z-4, venceu
o lanterna Atlético/GO e ainda respira por aparelhos. Sinceramente o time
baiano tem elenco pra fazer uma campanha melhor do que está fazendo. No Rio
teve clássico em São Januário entre Vasco e Flamengo. Melhor para o Mengão que
com um elenco 1000 vezes melhor superou o cruz-maltino por 1 a 0, gol de cabeça
do Everton. Depois teve confusão pra todo lado com torcedores. Mas também, né?
Os dirigentes ficam despertando ódio. Brincadeira! Acho que o STJD deveria agir
e punir todo mundo. Futebol não pode gerar violência. E o estádio do Vasco não
pode receber clássicos. De qualquer forma o time rubro-negro fica na
vice-liderança. Se bobear chega no Timão, hein?

Por
fala no Corinthians pegou a Ponte Preta em Itaquera e só pra variar venceu mais
uma: 2 a 0, gols de Jadson e Jô. Impressionante a disposição tática dessa
equipe treinada pelo Fábio Carille. Está sempre marcando e antecipando as
bolas. Muitas vezes tem dois marcadores no jogador rival. Com a vitória o Timão
segue com nove pontos de diferença para o segundo colocado. Se conseguir
administrar essa diferença vai ser campeão com folga. Na próxima rodada terá o
clássico contra o rival Palmeiras no Allianz Parque. Aí deverá decidir muita
coisa, viu!?
Já no
domingo pela manhã a Chapecoense recebeu o Atlético/PR e não saiu do empate em
1 a 1. O que de certa forma prova que o problema não era só o treinador, certo?
Em Porto Alegre quem surpreendeu foi vice-lantera Avaí, que bateu o Grêmio por
2 a 0. Será que o time do Renato perdeu o gás? Vale dizer que o Claudinei
Oliveira melhorou bastante o jeito de jogar dos catarinenses e o goleiro
Douglas, que pertence ao Corinthians, pegou até pensamento.
Na
Fonte Nova, em Salvador, o Fluminense abriu o placar e parecia que venceria o
duelo dos Tricolores. Mas no final saiu o gol do João Paulo, resultado de 1 a 1
que acaba sendo ruim para os dois. Agora resultado ruim mesmo viram os
palmeirenses que foram pra Minas Gerais e tomaram um baile tático do Cruzeiro
do Mano Menezes. Um 3 a 1 que afasta ainda mais os paulistas da briga pelo
título do Brasileirão. Já os mineiros entram no G-6. Diga-se de passagem, as
duas equipes voltarão a se enfrentar no mesmo local pela Copa do Brasil. Do
jeito que as coisas vão eu aposto do time de azul. Ainda mais porque o Prass
está falhando em todos os jogos, hein?
Mais
tarde o Botafogo recebeu o Galo no estádio Nilton Santos e se não fosse o
Jefferson, hein? O goleiro voltou com tudo e fechou o gol. Defendeu até
pênalti! E o Atlético/MG que vencia o jogo até o finalzinho sofreu o empate de
pênalti. Duro golpe mas merecido pela atuação do goleiro do time da estrela
solitária. E na Vila Belmiro? Pelo amor de Deus! O Santos deitou e rolou pra
cima do São Paulo, que tem sido vítima constante dos desmandos de sua
diretoria. O Tricolor conseguiu reagir no finalzinho mas perdeu com três gols
do colombiano Copete. Ao Peixe cabe entender pra que contratar Nilmar se tem
Copete e Kayke arrebentando? E ao time do Morumbi cabe saber o que fazer para
melhorar as coisas? Vice-lanterna não dá pra aceitar, hein? E o Renan Ribeiro
foi um baita motorista de kombi nos gols sofridos. Tá louco!

COMENTÁRIOS: