O que acontece com Conca no Flamengo?

58
Dario Conca na piscina – Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

ESPORTE
INTERATIVO
: Conca chegou ao Flamengo em janeiro e, mesmo seis meses depois,
está longe de repetir os gols e os passes que o tornaram ídolo do rival
Fluminense. Ainda com sequelas da lesão no joelho esquerdo que o tirou dos
gramados em agosto de 2016, o meia não consegue responder às expectativas do
torcedor rubro-negro.

Mas,
por que Conca, em todo esse tempo, tem apenas dois jogos – ou melhor, 25
minutos – pelo novo clube? A resposta é menos complexa do que as teorias sobre
encaixe tático do argentino ou rusgas com a comissão técnica. Conca,
simplesmente, ainda não está fisicamente apto para suportar partidas de futebol
com intensidade.
“O
que ocorre, e poucos falam, é que o atleta teve uma lesão seríssima e precisou
de cirurgia. Ele segue trabalhando, fortalecendo a região e realizando demais
treinos que passamos”,disse ao Esporte Interativo o preparador físico do
clube, Daniel Gonçalves.
“O
atleta segue trabalhando, seguindo tudo que passamos. Está em evolução, como o
próprio professor Zé Ricardo já disse. Tem participado dos jogos-treinos, assim
como outros atletas, para estar sempre próximo do ritmo ideal quando for
solicitado”, completou.
Neste
período, no entanto, ao invés de conquistar espaço no elenco, Conca ganhou mais
concorrência e recuou na briga por uma vaga no time titular. Everton Ribeiro e
Geuvânio foram anunciados, já jogaram e são avaliados de forma positiva. O que
até já motivou especulações sobre uma troca de clubes por parte do argentino no
futebol brasileiro, negada pelo Flamengo. Resta, para quem já foi “craque
do Brasileirão”, correr nos treinos no Ninho do Urubu para conseguir ao
menos competir.

COMENTÁRIOS: