Presidente do Botafogo acusa Flamengo de favorecimento de árbitros

34
Carlos Eduardo Pereira, Presidente do Botafogo – Foto: Luciano Belford/SSPress

LANCE:
Além de acompanhar o sorteio dos mandos de campo da Copa do Brasil, o
presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, aproveitou a ida à CBF para
bater um papo com a comissão de arbitragem da entidade. O motivo? Preocupação
com o que classificou como “erros sistemáticos” a favor do Flamengo,
adversário alvinegro no mata-mata da competição nacional.

– A
arbitragem é um problema. Realmente estamos bastante preocupados com essa
questão, uma vez que nosso adversário (Flamengo) tem sido sistematicamente
favorecido pelas arbitragens. Fatos incríveis. Árbitros resolvem refletir após
marcarem os pênaltis, consultar auxiliares que estão distantes do lance…
Então, isso tudo nos preocupa. Ontem mesmo tivemos um gol anulado do
Corinthians contra o nosso adversário. Vou conversar para que haja um consenso
na escolha desse árbitro, porque será fundamental. No Nilton Santos, faremos
todos os esforços para que não haja interferência externa – comentou Carlos
Eduardo Pereira, que ainda acrescentou:
– Eu
vou levar o pleito do Botafogo no sentido que se escolha uma arbitragem de
experiência e que não tenha histórico dessas ocorrências turbulentas. Quando eu
falo em consenso é para que a arbitragem não desagrade ao Botafogo. Se vai
desagradar ao meu adversário, não me diz respeito.
O
presidente alvinegro não quis ir além para dizer que há um complô a favor do
Flamengo, mas reiterou a preocupação com a atuação da turma do apito.
– Não
estou acusando nada. Estou apenas constatando fatos. São fatos que estão
documentados em vídeo, públicos e notórios. Não estou fazendo outra colocação,
nem responsabilizando ninguém. O árbitro voltar atrás não é comum.
Especificamente ocorre nos jogos do nosso adversário. Temos que tomar cuidado
com as consequências e com as coincidências – finalizou o dirigente.

COMENTÁRIOS: