Rei do Rio ou do Brasil

59
Mosaico “Rei do Rio” da torcida do Flamengo na final do carioca 2017 – Foto: Gilvan de Souza

FLAMENGO
RJ
: Kassandro Madruga

Sempre
fiquei impressionado como os nossos adversários cariocas se digladiam para ser
o nosso principal adversário. Como eles se esforçam querendo de qualquer forma
ter seus minutos de fama e estrelismos.
Fla x
Flu clássico mais charmoso do Brasil, Fla x Vasco clássico dos milhões, Fla x
Botafogo clássico da rivalidade e por aí eles vão tentando se promover as
nossas custas.
Figuras
como Eurico Miranda, Presidente do Vasco e uma das figuras mais deprimentes do
futebol brasileiro, sempre tentou acirrar de todas as maneiras esse confronto
como forma desesperada de promover e evidenciar o Vasco.
Hoje,
o Botafogo tem como Presidente o Carlos Eduardo Pereira, e este parece que foi
calcado como uma cópia mal-acabada do Eurico. Mais uma figura de dar nojo. Para
se ter uma idéia de sua pequenez, vive na aba do Eurico, mas parecendo um
moleque de recado.
Mesmo
eu não confiando totalmente, uma vez que em determinados momentos, quando se
foi necessário decisões firmes o mandatário do Fluminense foi fraco, como se
diz no popular, roeu a corda. Mas dos três, Pedro Abad é o que mais se aproxima
das nossas diretrizes e é com ele que o EBM tem mais afinidade.
Com a
espetacular administração do nosso mandatário Eduardo Bandeira de Melo, nosso
time teve um crescimento extraordinário, fazendo esse distanciamento entre o
Flamengo e os três adversários ficar ainda evidenciada.

Como
muito bem disse o Sérgio Tostão Tavares Pereira, que é um torcedor rubro negro
que trabalha na empresa Banco Central do Brasil:
“O que
aconteceu em São Januário após o jogo é facilmente explicável e não tem nada a
ver com o futebol que foi jogado. É muito difícil para os torcedores dos times
do Rio abrirem diariamente os jornais e ficarem sabendo que o Flamengo vai
construir um novo CT muito melhor do que o que ele já tem e ceder o atual para
a base, vendendo o prédio do Morro da Viúva para pagar a obra e ainda ficar com
dinheiro em caixa. Comprou Everton Ribeiro e pagou 22 milhões à vista. Vendeu
Vinicius Jr., de 16 anos, por 160 milhões. Fla firma convênios e garante ensino
para todas as categorias de base e tratamento dentário para todos os atletas.
Fica muito difícil aceitar essa explosão do Flamengo. Então, o que se viu hoje
foi apenas um retrato dessa desigualdade com o Flamengo, cuja posição é
impossível de ser alcançada pelos demais. É uma revolta da alma. Mas
infelizmente é a realidade. O Flamengo está foda. Um excelente time, finanças
em dia, Cts, atual e futuro, de primeiro mundo, Centro de excelência, basquete
bombando, com a construção da arena multiuso na lagoa e por aí vai. Enquanto
isso, o Fluminense sobrevive com um time juvenil. O Botafogo com dívidas e sem
torcida. Seedorf acionando o clube na justiça e o Vasco, com os melhores
jogadores que tem, acima de 34 anos. A revolta é compreesível mas não é
aceitável. Das vitórias do Vasco, a maioria obtidas em São Januário, deverão se
escassear, pois o estádio deverá ser interditado por um bom tempo. O golpe de
misericórdia será a entrega do Maracanã para o Flamengo, pois sem ele, a
administração do estádio não se aguenta. Por tudo isso, me permito sugerir que
a banana dada pelo grande presidente EBM seja direcionada aos demais clubes
falidos do Rio e a parte da torcida do próprio Flamengo que tenta
desestabilizar essa administração. Apoiem o programa Sócio Torcedor e veremos a
distância do Flamengo aumentar em relação aos demais e colocar o Flamengo no
lugar onde ele sempre deveria estar.”
Sendo
assim meus amigos, ser Rei do Rio é apenas uma questão que ficará num passado
remoto e os times que se dizem grandes no Brasil, se preparem. Porque o gigante
que andava adormecido acordou e ser Rei do Brasil com uma diferença abissal
para todos os outros será apenas uma questão de tempo. E queiram ou não, os
títulos acompanharão nosso crescimento.
Saudações
Rubro Negras!
Mengão
Sempre!

COMENTÁRIOS: