Sem clima hostil, Everton Ribeiro reencontra Cruzeiro no Mineirão

27
Éverton Ribeiro em Flamengo x Grêmio – Foto: Gilvan de Souza

UOL: Cruzeiro
e Flamengo fazem mais um confronto direto pelas primeiras posições do
Campeonato Brasileiro. Mas a importância do jogo deste domingo (16), às 16h (de
Brasília), no Mineirão, não se limita apenas ao topo da tabela. O duelo marca o
reencontro do meia Everton Ribeiro com o clube celeste, onde fez história e
enumerou glórias no estádio.

O
atual camisa 7 rubro-negro custou R$ 22 milhões aos cofres da Gávea. Principal
contratação do Flamengo em 2017, ele já agradou pelos primeiros jogos. Foram
cinco partidas até aqui, com um gol marcado, movimentação, habilidade e
assistências. É inegável, porém, que reencontrar a torcida do Cruzeiro e toda a
pressão do Mineirão será um ingrediente a mais para jogador, tratado como ídolo
em Belo Horizonte.
“Será
mais um desafio. Tenho boas lembranças de lá, mas agora é uma nova história.
Existe um carinho enorme por tudo o que vivi no Cruzeiro. Sei que vai ser uma
pressão jogar lá. Para o Flamengo, não só para mim. Mas é preciso ter respeito
com a torcida pelos bons momentos”, afirmou o jogador.
Por
conta dos títulos brasileiros de 2013 e 2014, Everton Ribeiro segue gozando de
carinho e prestígio com a torcida do Cruzeiro. Nem a opção pelo Flamengo fez
com que o atleta perdesse a condição alcançada há três temporadas.
No
reencontro com o clube mineiro, a expectativa é a de que ele seja ovacionado
pelo público que for ao Mineirão. O curioso é que o carinho pelo craque não se
restringe à arquibancada. A diretoria também demonstra respeito pelo jogador.
O
presidente Gilvan de Pinho Tavares e o gerente de futebol Tinga têm relação de
amizade com o meio-campista. Quando ele estava prestes a deixar o Al-Ahli, dos
Emirados Árabes Unidos, o ex-jogador entrou em contato a fim de repatriá-lo.
No
próprio elenco, há quem considere o camisa 7 do Flamengo um grande amigo.
Fábio, Léo, Dedé, Manoel, Henrique, Lucas Silva e Alisson atuaram com o
jogador. A proximidade era tanta que Everton Ribeiro, inclusive, costumava
participar de encontros religiosos na casa do goleiro. Ele e o camisa 1
gravaram um clipe com o cantor gospel Regis Danese na época.
Se, por
um lado, o meia-atacante goza de prestígio na Toca da Raposa II, por outro, o
seu empresário não tem o mesmo carinho por parte da diretoria. Há uma dívida do
clube com Robson Ferreira por conta da transferência que culminou na saída do
atleta do Coritiba, em janeiro de 2013.
Nesta
janela de transferências, o agente foi procurado pelo diretor de futebol Klauss
Câmara para conversar sobre um possível retorno a Belo Horizonte. Contudo,
descartou prontamente a possibilidade, mesmo ciente da idolatria que há pelo
atleta na capital mineira. O projeto apresentado pelo Flamengo era considerado
mais atraente. A negativa piorou a imagem do representante nos bastidores.
Everton
Ribeiro será a atração do jogo. Resta saber sobre o reencontro. Os rubro-negros
torcem por uma tarde feliz do jogador, enquanto os cruzeirenses esperam apenas
revê-lo e sem motivos para lamentar.

COMENTÁRIOS: