Só na zaga, Palmeiras gastou o mesmo que o Flamengo no ano

50
Guerrero , Luan e Mina em Flamengo x Palmeiras – Foto: Gilvan de Souza

JORGE
NICOLA
: A defesa menos vazada do Brasileirão é a do Corinthians, mas a mais
cara do país é, de longe, a do Palmeiras. Desde o ano passado, o Verdão
investiu mais de R$ 40 milhões apenas com a contratação de zagueiros. A título
de comparação, vale lembrar que o Flamengo gastou cerca de R$ 43 milhões com
todos os seus nove reforços para 2017.

Mina é
o mais caro dos defensores comprados pelo Palmeiras: ele chegou ao Allianz
Parque por R$ 12 milhões do Santa Fé. Na sequência, aparecem Juninho, que
custou R$ 10,2 milhões junto ao Coritiba, e Luan, adquirido por R$ 10 milhões
do Vasco.
Com a
ajuda da Crefisa, o Palmeiras comprou 50% dos direitos econômicos de Vitor Hugo
junto ao América-MG por R$ 6 milhões, no ano passado. Já Antônio Carlos, quinta
opção no time de Cuca, está no Palestra Itália por empréstimo de R$ 2 milhões.
Apesar
dos altos valores envolvidos, um dos titulares na decisão contra o
Barcelona-EQU, no próximo dia 9, deverá ser o veterano Edu Dracena, que custou
R$ 450 mil de luvas – ele havia rescindido o contrato com o Corinthians com a
expectativa de ser mais usado no Palmeiras. Roger Carvalho também chegou
praticamente de graça: R$ 300 mil.
Outra
coisa que chama a atenção, além do alto investimento, é o número de zagueiros
registrados como atletas profissionais do Palmeiras. Além dos sete defensores
citados, o Verdão ainda tem vínculo com Thiago Martins (que se recupera de
contusão), Tobio (voltou de empréstimo), Leandro Almeida (comprado por R$ 5
milhões e emprestado ao Figueirense), Nathan (emprestado ao Servette), além de
garotos promovidos da base.
A boa
noticia ao torcedor alviverde é de que boa parte dos gastos deverá ser
recuperada com a venda de Mina. O colombiano tem um acordo para se transferir
ao Barcelona por 9 milhões de euros (R$ 33,1 milhões) no ano que vem – o Verdão
ficará com 80% do valor. Vitor Hugo também rendeu R$ 13,5 milhões com a
transferência para a Fiorentina – a outra metade da transação ficou com
terceiros.
QUANTO O VERDÃO GASTOU COM CADA ZAGUEIRO:

Mina: R$ 12 milhões (Santa
Fé-COL)
Juninho: R$ 10,2 milhões
(Coritiba)
Luan: R$ 10 milhões (Vasco)
Vitor Hugo*: R$ 6
milhões (América-MG)
Antônio Carlos: R$ 2
milhões (empréstimo a Tombense)
Edu Dracena: R$
450 mil (luvas)
Roger Carvalho: R$
300 mil (luvas)
Thiago Martins: da
base
* foi
vendido à Fiorentina e rendeu R$ 13,5 milhões

COMENTÁRIOS: