Volante do Flamengo dispara contra Eurico: “Dono de todas as coisas”

45
Márcio Araújo, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

O DIA:
Infelizmente o clássico entre Vasco e Flamengo não chamou atenção apenas pelo
que aconteceu dentro do campo. Após o apito final da partida, que teve vitória
do Rubro-negro, a torcida vascaína, revoltada com o que aconteceu passou a
jogar bombas dentro do gramado e a se enfrentar nas arquibancadas. As bombas
fizeram os jogadores do Flamengo demorarem a deixar o campo para os vestiários.
O volante do Flamengo, Márcio Araújo, responsabilizou o presidente do Vasco,
Eurico Miranda, pelo clima de guerra na Colina.

“O
pior que a gente tá em 2017 e as pessoas permitem certas coisas. É autoritário
o cara falar que não vai jogar em outro lugar e não joga, e fica como o senhor
da questão, dono de todas as coisas. A gente sabe que o acesso é difícil, a
gente fica num espaço reduzido. São coisas que acontecem e são premeditadas, os
caras poderiam evitar. Depois cai na nossa conta, até na conta do torcedor
vascaíno. Mas poderia ser mais organizado. E isso não é de hoje,
infelizmente”, afirmou o volante.
O gol
da partida foi marcado por Everton no segundo tempo. O resultado foi a quarta
vitória seguido do Flamengo no Brasileirão e levou o Rubro-negro a
vice-liderança da competição. Com a derrota, o Gigante da Colina pode deixar o
G-6.
Na
próxima rodada, Flamengo enfrenta o Grêmio, no Luso-Brasileiro, em duelo pelas
primeiras colocações da competição. A partida será na quinta. Um dia antes, o
Vasco vai até o Barradão enfrentar o Vitória.

COMENTÁRIOS: