Zaga vacila, e Flamengo volta a passar sufoco em mata-mata

18
Goleiro Alex Muralha, do Flamengo, com cabelo raspado – Foto: Gilvan de Souza

LANCE:
Foi por pouco. O Flamengo foi derrotado por 4 a 2 pelo Santos e viveu momentos
de tensão na Vila Belmiro, nas quartas de final da Copa do Brasil. O time
rubro-negro voltou a cometer erros na defesa e viu o fantasma da eliminação
assombrar. No entanto, como venceu o jogo de ida por 2 a 0, o time carioca
avançou à semifinal para enfrentar o Botafogo.

Questionado
sobre os erros da defesa rubro-negra nos últimos jogos, o técnico Zé Ricardo
disse que é preciso evoluir.
– Vou
fazer uma análise com a comissão técnica, precisamos evoluir neste quesito,
vínhamos com uma equipe muito segura atrás, sabemos que isso é muito importante
– analisou.
O
zagueiro e capitão Réver deixou a Vila Belmiro reclamando da atuação do
Flamengo e cobrou mais atenção da equipe.

Tinha tudo para a gente sair com uma vitória, mas perdemos o jogo e quase
perdemos a classificação. Que sirva de exemplo. Espero que a gente acorde –
cobrou o defensor rubro-negro.
A zaga
do Flamengo cochilou na vitória de 2 a 1 sobre o Coritiba, vacilou no empate de
2 a 2 com o Palmeiras e voltou a errar contra o Santos. Ou seja, foram sete
gols sofridos nos últimos três jogos. A lembrança da eliminação na Libertadores
deste ano assustou nos minutos finais da partida contra o Santos. No ano
passado, o Rubro-Negro também enfrentou muitas dificuldades com competições do
modelo mata-mata e foi eliminado precocemente da Copa do Brasil e da
Sul-Americana.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here