Zé quer Flamengo com mesmo “espírito” de clássico contra Grêmio

28
Zé Ricardo – Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

GLOBO
ESPORTE / VAVEL
: O técnico Zé Ricardo ficou satisfeito com o que viu dentro de
campo durante os 90 minutos da vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Vasco, no
último sábado.

–  O que soubemos antes do jogo é que a coletiva
seria dentro de campo. A sala não estava liberada e eu não sei o motivo. Por
causa dos acontecimentos, não tinha possibilidade, e a do Milton também foi
cancelada. Então todos saem perdendo. O jogo ficou em segundo plano. Uma boa
partida nossa, sacrificante. Tínhamos muitos atletas que jogaram na
quarta-feira, sabíamos que ia ser um final de jogo complicado. Nossos jogadores
fizeram o gol e conseguiram segurar o resultado. Pode não ter sido uma vitória
tecnicamente brilhante, mas em termos de confiança foi muito importante –
disse.
– Mas
a vitória foi merecida. Precisamos melhorar nossa produção. Mas era um jogo que
envolvia aspectos não só de campo pelo tamanho da rivalidade. Comissão e
atletas se respeitam muito. Mas, infelizmente, presenciamos aquelas cenas.
Agora temos um dia a mais para nos preparar. Espero que a gente repita o
espírito de sábado – completou Zé.
Confira
outros trechos da coletiva do Zé Ricardo:
Conca:
“Jogador
gosta de jogar. Ter um adversário é uma estratégia. O desenvolvimento do Conca
continua como todos os atletas. Temos limitações burocráticas no Brasileirão
(cinco estrangeiros relacionados por jogo). Mas fazemos igual com todo mundo
que é uma disputa sadia pela vaga. Avaliamos de acordo com o que vimos nos
treinamentos. Vai depender exclusivamente dele para voltar a jogar.”
Everton Ribeiro e Éverton:
“Não
tem uma forma específica de jogar em relação aos homens abertos. Já jogamos com
homens de característica de meia, pés invertidos, pés certos. Depende o que
quer trabalhar. Tentamos potencializar nossa equipe. Everton Ribeiro se
entrosou muito rápido. Éverton se doa bastante, volta pra marcar, está sempre
presente para finalizar as jogadas. Vai depender da estratégia da equipe para
cada jogo. Na quinta-feira, esperamos poder contar com todos eles.”
Liderança do Corinthians:
“O
Carille conseguiu montar a equipe de forma equilibrada, muito difícil de ser
batida. Quando está à frente, se fecha muito bem. Um clube que tem sua forma de
jogar há pelo menos quatro ou cinco anos, com Mano, Tite e Carille e está
fortalecido com o trabalho do mesmo. Sem dúvida que a porcentagem de
aproveitamento que é merecida a campanha. Mas não podemos pensar no
Corinthians. Pensamos jogo a jogo. O Grêmio vem fazendo um futebol vistoso,
ofensiva, leve. Está bem na Libertadores. Precisamos nos preparar bem porque
teremos muita dificuldade na Ilha, mas com o apoio da nossa torcida esperamos
sair felizes no final”, avaliou.
Damião
titular contra o Grêmio
Muito
provavelmente ele que vai jogar. Ele vem dando conta do recado, não só com
gols, mas ajudando bastante. É um jogador que se cuida e se cobra bastante. É
muito correto.

COMENTÁRIOS: