Apesar de críticas, Flamengo mantém Preparador de Goleiros

82
Preparador de Goleiros do Flamengo, Vitor Hugo, ao lado de Muralha e Thiago – Foto: Gilvan de Souza

COLUNA
DO FLAMENGO
: Como na tradicional gíria brasileira, Rueda “chegou chegando” ao
Flamengo. Apresentado na tarde desta segunda-feira (14), o colombiano corre
para se munir de informações para começar a comandar a equipe já diante do
Botafogo, pela partida de ida das semifinais da Copa do Brasil.

O
treinador trouxe consigo, para compor a comissão técnica, mais dois
profissionais. O auxiliar Bernardo Redin e o preparador físico Carlos Velazco.
Com a chagada da dupla, Daniel Gonçalves volta a ser o coordenador científico
do Centro de Excelência em Performance (CEP) e auxilia no campo. Já Vítor Hugo
segue como preparador de goleiros, apesar das críticas internas e também de
torcedores.
Contra
o preparador, pesa a forma como os goleiros rubro-negros têm atuado abaixo da
crítica neste ano. Muralha entrou em uma fase desastrosa, Thiago mostrou
algumas deficiências (normais para a idade), e até mesmo o consagrado Diego
Alves não tem passado a segurança que se esperava de um arqueiro com sua
capacidade.
Segundo
informações de bastidores, a chegada de um novo profissional para a pasta é
avaliada apenas para o final do ano. Não há, na diretoria, vontade de realizar
mudanças desnecessárias, que podem piorar o ambiente interno. Vítor Hugo chegou
com o aval do ex-treinador Muricy Ramalho, junto com o coordenador de
psicologia, Fernando Gonçalves. Ambos trabalharam no Fluminense com o
ex-comandante.
Ainda
paira a dúvida sobre quem estará à beira do campo no confronto contra o
Botafogo, nesta quarta-feira, às 21h45, no Estádio Nilton Santos. A diretoria
do Mais Querido corre contra o tempo para conseguir o visto de trabalho de
Rueda. Caso não tenha sucesso, Jayme de Almeida comandará o time. Neste caso, o
novo comandante irá passar, por telefone, as instruções para o interino.

COMENTÁRIOS: