Caiu na pilha é peixe

44
Árbitro Leandro Vuaden em partida do Flamengo – Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

BOTECO
DO FLA
: Sorin

Não
acabou.
Apesar
da vaga na próxima fase da Copa do Brasil ter ficado com o Flamengo, que já
enfrenta novas turbulências psicológicas do lado de lá com os faniquitos e
Teorias da Conspiração do botafoguense Carlos Eurico, diante de todo o bafafá
gerado pela diretoria santista, que jura de barbatana junta ter em posse um
vídeo único, exclusivo e extraordinário no qual o Eric Faria teria supostamente
influenciado a arbitragem a tomar uma atitude correta, já que não foi pênalti,
o jogo de hoje há de complementar os 270 minutos da decisão.
O
Flamengo venceu os primeiros 90, o Santos ganhou o complemento de 180, e hoje
teremos um desempate valendo movimentação na parte alta da tabela do
Brasileirão, com as duas equipes disputando entre si uma vaga momentânea no G4
após o fim da rodada 18. Fora aquela marota possibilidade de tentar encurtar a
distância para o líder Corinthians. Só que aí não é nem com o Peixe e nem com o
Urubu. Quem toma conta dessa parte na noite de hoje é o Galo lá no Mineirão.
Com
milhares de celulares na Vila Belmiro e trocentas câmeras de transmissão da TV,
como nenhuma suposta imagem que confirmasse as acusações da diretoria santista
pintou até agora, a gente pode concluir que provavelmente foi uma
ameaça/argumentação construída sobre delírios. O que fica de concreto, além do
ligeiro revés nas redes sociais ao Eric Faria, é uma certa tensão no ar. Por
mais que o discurso entre os santistas seja de que não muda nada e que passado
é passado, certamente a bulha há de entrar em campo junto com os 22 atletas.
E se
há climão… Se há energia tensa no ar na noite de Pacaembu… Vale lembrar que
a equipe paulista é a segunda mais indisciplinada do Brasileirão. Com 45
amarelos e 6 vermelhos, só perde para a Chape. Já o nosso Flamengo, que limita
os seus faniquitos a profundos DRs e reflexões filosóficas da nutellada em
campo quando leva gol, é o segundo mais Fair Play, com 32 amarelos e nenhuma
expulsão, só perdendo para o São Paulo que se encontra tão letárgico com a luta
contra o rebaixamento (apesar da virada sobre o Botafogo na última rodada) que
pelo jeito anda sem forças até pra fazer falta.
No
Flamengo o último treinamento deu indícios de que Arão pode voltar a começar um
jogo após o bom desempenho no domingo passado. E o escolhido para o banco é…
Cuéllar mais uma vez. Defendo porque defendo o ZR e também o Márcio Araújo, mas
não é possível que não dê pra tentar uma partida sem o nosso 8 PELO MENOS UMA
ÚNICA VEZ. No mais é aquela formação que já estamos acostumados, com as
possíveis entradas na segunda etapa do Berrío e/ou do Vinícius Jr. Hmmm…
Opinião pessoal… Acho que o garoto já anda merecendo mais tempo em campo. Vem
mostrando bastante personalidade toda vez que entra. O que vocês acham?
Do
lado de lá… Do lado de lá… Com o Departamento Médico lotado com nada mais
nada menos que nove (???!!!) atletas, ainda tem de quebra o Victor Ferraz como
dúvida. Sofreu um choque forte de cabeça no jogo contra o Grêmio e ainda está
sendo avaliado pra saber se dá pra jogar. Com quase um time inteiro envolto com
problemas clínicos, mais a histeria causada pela “derrota” da semana passada, e
com o tradicional uniforme santista todo branco, a Globo podia até anunciar que
hoje após a novela teremos mais um episódio de SOB PRESSÃO.
Olhando
ao redor por força do hábito. Do Corinthians a gente já falou. O Grêmio
enfrenta o lanterna Atlético-GO em Goiânia e o Palmeiras visita o Botafogo no
Engenhão. #VaiDragão #VaiFogão. Eh, eh, eh… Falsidade, você vê por aqui.
A bola
rola 21:45.
Bora
torcer.
Isso
aqui é Flamengo.

COMENTÁRIOS: