‘Cheirinho’ e AeroFla dão lugar a protestos no Flamengo

26
Torcida do Flamengo repetiu o AeroFla, no Aeroporto, em 2017 – Foto: LZ Photografia

LANCE:
O que antes era motivo de festa agora virou tormenta. Vivendo um mau momento no
Campeonato Brasileiro, o Flamengo está pressionado a conquistar melhores
resultados. Os populares ‘AeroFla’ e a brincadeira do ‘cheirinho de hepta’
deram lugar a protestos em desembarques e muita cobrança. No olho do furacão
está o técnico Zé Ricardo, alvo da maioria das manifestações.

Desde
a eliminação precoce na Libertadores, o clima azedou. A conquista do Campeonato
Carioca, merecidamente festejado pelo Rubro-Negro, agora é uma lembrança quase
esquecida, perdida num mar agitado. A quinta colocação no Brasileirão está
longe de ser motivo de vergonha para muitos clubes. Contudo, com o grande
investimento feito pelo Flamengo em contratações – cerca de R$ 59 milhões –
deixa a impressão de que a campanha poderia ser muito melhor.
À
frente do time, Zé Ricardo não chega a ser uma unanimidade no Flamengo. Isso no
que diz respeito a todos os membros da diretoria. No entanto, há quem diga,
internamente, que o treinador só deixa o clube se desejar, entregando o cargo
num cenário de pressão insustentável.
Os
jogadores já deram declarações isentando Zé Ricardo de culpa. O treinador tem
feito mudanças com frequência no time e conta com a confiança de boa parte do
grupo. Domingo, o Flamengo recebe o Vitória, na Ilha do Urubu, em mais um jogo
importante para o time neste Brasileiro. O adversário vem embalado após
derrotar a Ponte, sob o comando de Mancini, que deu ânimo novo à equipe baiana.
Evidentemente, um novo tropeço do Rubro-Negro carioca pode deixar o clima
caótico.
Com o
título Brasileiro cada vez mais distante, a Copa do Brasil ganha peso para o
Flamengo. O time é semifinalista do torneio que já conquistou três vezes e tem
novamente a oportunidade conquistar uma vaga para a fase de grupos da
Libertadores.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here