Conca reaparece e Flamengo aguarda evolução para sequência

36
Conca, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO
: A decisão por relacionar Conca na Primeira Liga contra o Paraná, nesta
quarta-feira, passou pela falta de elenco em função dos titulares poupados e,
também, pela evolução física do meia argentino. Em três meses sem ser
relacionado, o jogador fez um trabalho específico e já se apresenta em melhor
forma. A sequência ao menos no banco de reservas dependerá da evolução.

Longe
do ideal para a competitividade de jogos decisivos, Conca está no planejamento
do Flamengo para disputar posição com outros atletas na relação para os jogos
do último trimestre. Entre rodadas de Brasileiro e disputas eliminatórias de
Sul-Americana, Primeira Liga e Copa do Brasil pela frente, o meia de 34 anos
tem melhora aguardada, mas pouco tempo para isso.
A
utilização maior do argentino dependerá do desempenho próprio e do time do
Flamengo nas competições. Se o clube chegar ao título da Copa do Brasil e
garantir vaga na Libertadores, Conca pode aparecer na Sul-Americana e no
Brasileiro. Caso contrário, a tendência é cumprir o contrato até o fim do ano
com poucos jogos.

COMENTÁRIOS: