Cuca elogia Rueda no Flamengo: “Se estivéssemos bem não viria”

52
Cuca, técnico do Palmeiras – Foto: Divulgação

UOL: Desde
a sua chegada ao Flamengo, Reinaldo Rueda virou alvo de discussões. Afinal, o
futebol brasileiro precisa da presença de técnicos estrangeiros? Por que os
brasileiros não têm a mesma liberdade para trabalhar no exterior? Nesta
sexta-feira (18), foi a vez de Cuca dar a sua opinião.

O
atual campeão brasileiro afirmou que vê como natural a chegada de gringos em
todos os setores e que a chegada de treinadores de fora é uma resposta às
necessidades criadas pelos próprios técnicos brasileiros.
Para o
palmeirense, o mercado “pede” que estrangeiros qualifiquem o futebol
brasileiro.
“Eu
acho que é sempre permitido e passível que tenha profissionais estrangeiros em
todas as áreas. Se eles estão vindo é porque nosso mercado está pedindo. Se
todos treinadores estivessem bem, eles não estavam vindo. O que está
acontecendo é que o mercado está pedindo e cabe a nós dar uma resposta
satisfatória para a gente sair”, disse o comandante na coletiva.
Durante
a semana, outra discussão que foi à pauta é a necessidade de um curso
preparatório que fornecesse uma licença para permitir que os técnicos
estrangeiros trabalhassem no Brasil, a exemplo do que acontece com os
brasileiros que tentam carreira fora do país.
Cuca
questionou a importância de um curso deste nível e pontuou que há situações que
só o dia a dia de treinador pode ensinar.
“Sou
sempre favorável a evolução, mas não sei se adianta algo nesse sentido. Você
está no meio de uma resiliência. Esse é o melhor exercício de estar numa crise
e sair dela com força. Onde você vai fazer um curso disso se não é no dia a
dia? Eu não venho para uma coletiva, eu venho aqui para um interrogatório. Esse
aqui é o maior treino que pode existir e precisa ser sincero. Às vezes tem
consequência, mas é assim que se faz”, completou.

COMENTÁRIOS: