Daronco diz que Muralha deu “solada” e usou o braço em Joel Carli

25
Alex Muralha em Botafogo x Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

UOL: O
árbitro Anderson Daronco justificou, em súmula enviada à Confederação
Brasileira de Futebol (CBF), as expulsões do goleiro flamenguista Muralha e do
botafoguense Joel Carli por “conduta violenta” no empate por 0 a 0
entre as equipes na noite de quarta-feira, pelas semifinais da Copa do Brasil.

A
decisão de Daronco expulsar Muralha causou muitas reclamações da diretoria do
Flamengo após o jogo realizado no Estádio Nilton Santos. O lance ocorreu aos 35
minutos do segundo tempo em uma dividida entre os dois jogadores. Atingido pelo
goleiro, o zagueiro botafoguense revidou.

Daronco
justificou as expulsões na súmula da seguinte forma:
Muralha
Motivo:
V2. For culpado de conduta violenta – – expulsei, diretamente, aos 35 minutos
do 2º tempo, o atleta número 38, sr. Alex Roberto Santana Rafael, do Flamengo,
por atingir com a sola da chuteira e com uso de força excessiva o braço direito
do atleta número 3, sr. Joel Carli, do Botafogo, quando a partida estava
paralisada por infração de impedimento. O atleta expulso saiu de campo normalmente.
Joel Carli
Motivo:
V2. For culpado de conduta violenta – – expulsei, diretamente, aos 35 minutos
do 2º tempo, o atleta número 3, sr. Mauro Joel Carli, do Botafogo, por chutar
as pernas do goleiro adversário , número 38 , sr. Alex Roberto Santana Rafael,
quando o mesmo estava deitado no chão e após ter sido atingido com um chute no
braço pelo goleiro quando a partida estava paralisada por infração de
impedimento. O atleta expulso saiu de campo normalmente.
Atraso
Na
súmula, o árbitro também relatou um atraso do Flamengo para a volta do segundo
tempo.
A
partida reiniciou com 2 minutos de atraso devido a entrada tardia da equipe do
Flamengo, em 2 minutos para o seu retorno ao 2 tempo, mesmo com a insistência e
presença do árbitro assistente adicional 2, sr. Márcio Coruja, solicitando que
a equipe retornasse no horário previsto no regulamento. Acréscimos devido a
perda de tempo, substituições e avaliação de atletas supostamente lesionados.

COMENTÁRIOS: