Desfecho

33
Berrio em Botafogo x Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

BOTECO
DO FLA
: por Mercio Querido

É hoje
a noite decisiva.
Flamengo
e Botafogo entram em campo tentando fazer com que o Futebol, elemento que
deveria ser o de maior destaque nessa bulha toda, tenha enfim a sua noite de
estrelato.
O
primeiro jogo deixou um pouco a desejar no quesito desportivo, embora tenha
sido um banquete de encher os olhos para dirigentes de comportamento tacanho
(dos dois lados) e para a turma do racha-cabeça, que a cada jogo deve rolar de
rir das supostas decisões dos (não) organizadores do evento para tentar driblar
as confusões e cenas lamentáveis.
Do
lado de lá… Do lado de lá… Jair faz mistério sobre a solução que irá
escolher para suprir as ausências de Pimpão e Carli. Quem conhece o Botafogo, o
que obviamente não é o meu caso, aposta que os eleitos serão Marcelo e
Guilherme, o que pra todo rubro-negro de bom senso e profundo desconhecedor dos
elencos alheios não significa absolutamente nada, já que a gente não faz a
menor ideia de quem sejam e das suas qualidades desportivas. E antes que os
alvinegros presentes aqui nas mesas do Boteco arremessem pedras… O que vocês
acham do futebol do Thiago Santos, um atacante nosso que a diretoria vai mandar
pra Índia pra aprender sei lá o que? Pois é… Vocês também não conhecem.
Do
lado de cá a gente vai ficar esperando até 21:44 pra saber se, e em que nível
pode contar com a presença do Guerrero em campo. Depositamos todas as nossas
fichas no bom senso do Departamento Médico e da Comissão Técnica, torcendo para
que ninguém faça o que não deve, escalando o peruano sem totais condições para
o jogo. Fora isso, com a ausência do Renê na lateral, Rueda declarou que deve
optar por Trauco ou Pará. Teoricamente essa nem seria uma dúvida, porém a gente
precisa lembrar que a primeira impressão do colombiano sobre o Trauco foi
aquela partida medonha que o cara fez contra o Galo. Aí dá até pra entender se
ele colocar o Vaz outra vez, ou até mesmo se entrar ele mesmo pra jogar por
ali.
Como
quem merece elogio tem que receber… De parabéns os envolvidos na (não)
administração do futebol carioca. No Mineirão vai ter público maior. Nem dá pra
reclamar de falta de planejamento. Se o objetivo é ir apequenando o Maracanã
até ele fechar o caminho é esse mesmo. Todos os nossos ingressos esgotaram e a
gente fica pensando em que ponto do processo “TODOS” passou a significar pouco
mais de 44 mil no total. Do lado alvinegro, muito por conta da Imbecilidade
Azul que decidiu cobrar 150 pratas para a torcida deles, até a noite de ontem a
informação era de que apenas 1600 ingressos haviam sido vendidos. A cereja do
bolo é o Bandeira declarar, após o festival de bizarrices de ambas as partes,
que é necessário “inaugurar uma nova era”.
Lutando
contra tudo isso, a bola rola 21:45 no Maracanã. E quando isso acontecer, pouco
importam as escalações que foram possíveis, os dirigentes patetas, as decisões
ridículas do STJD, ou qualquer outra coisa. Que o Futebol consiga sair vencedor
e que a partida entre para a história do Clássico e da Copa do Brasil. E que
vença o melhor… No plano geral. Se em uma perspectiva de momento o time do
Jair acabar se apresentando de forma superior na noite dessa quarta, que vença
o Flamengo de qualquer maneira.
Bora
torcer.
Isso
aqui é Flamengo.

COMENTÁRIOS: