Diego Alves se diz 100% e sonha com primeiro título pelo Flamengo

57
César, Muralha, Diego Alves e Thiago, goleiros do Flamengo

ESTADÃO:
O goleiro Diego Alves ressaltou nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, que o
Flamengo vai encarar a partida de quarta diante do Paraná, em Cariacica, pelas
quartas de final da Copa da Primeira Liga, com seriedade, apesar da opção do técnico
colombiano Reinaldo Rueda de utilizar um time misto no duelo.

O
jogador afirmou, em entrevista coletiva no CT Ninho do Urubu, que a competição,
apontada por muitos torcedores como menos importante no calendário nacional,
pode ser uma oportunidade para que atletas pouco aproveitados no elenco mostrem
suas qualidades ou ganhem ritmo de jogo.
“Nós
encaramos essa competição com muita seriedade. Ninguém gosta de perder, de se
acomodar. Todos os jogadores que têm a oportunidade de jogar nessas partidas terão
a chance de aparecer e mostrar que podem vestir a camisa do Flamengo. Não
menosprezando nenhum time, mas sabendo que o calendário é apertado, temos a
consciência de querer ser campeões”, frisou o goleiro.
Diego
Alves, de 32 anos, que não foi relacionado por Rueda para o confronto diante do
time paranaense, revelou também que já conseguiu superar o período crítico de
adaptação no retorno ao futebol brasileiro após cerca de uma década atuando na
Europa – o jogador foi contratado junto ao Valência, da Espanha, no mês
passado.
“Me
encontro muito melhor do que quando cheguei, depois de dez anos jogando um
futebol um pouco diferente. É normal esse tempo de adaptação, mas hoje me
encontro muito bem. Nesses meses que estou aqui, consegui adquirir a parte física,
ganhar massa magra e me adaptar ao estilo de jogo e aos jogadores. É um
processo que pode demorar um pouco mais ou um pouco menos, mas é normal
partindo de um jogador que ficou tento tempo lá fora”, explicou Diego Alves.
A
delegação do Flamengo embarcou para o Espírito Santo nesta terça. O time
titular no embate contra o Paraná deverá ter a seguinte formação: Alex Muralha;
Klebinho, Léo, Rafael Vaz e Maldini (Thuler); Márcio Araújo, Rômulo e Éverton
Ribeiro; Geuvânio, Vinicius Júnior e Felipe Vizeu.
A
classificação para a fase semifinal da competição será definida em confronto
único. Em caso de empate, a decisão da vaga será por disputa de pênaltis. O
vencedor jogará no próximo sábado contra o ganhador da eliminatória entre
Internacional e Atlético Mineiro.

COMENTÁRIOS: