Dos próximos 7 jogos do Flamengo no Brasileirão, 6 serão no Rio

107
Escudo do Flamengo na Ilha do Urubu – Foto: Gilvan de Souza

GILMAR
FERREIRA
: O confronto deste sábado, contra o Atlético-GO, na Arena da Ilha,
abre uma série bem interessante para o Flamengo de Reinaldo Rueda mostrar
evolução.

Dos
próximos sete jogos do time no Brasileiro, entre este 19 de agosto e o domingo,
1 de outubro, seis serão no Rio de Janeiro, o que abre a possibilidade de
sonhar com a volta ao G-4.
As
partidas serão quase todas nos finais de semana, com dois clássicos cariocas e
quatro confrontos contra adversários hoje fora do bloco de elite.
VEJAM
A IMPORTÂNCIA deste recorte da tabela.
Nas
últimas cinco edições da Série A, o quarto colocado somou um mínimo de 61
pontos.
Como
os rubro-negros têm 29, é preciso que o time obtenha mais 32 nas próximas 18
rodadas.
Portanto,
estes próximos sete jogos contra Atlético-GO, Atlético-PR, Botafogo, Sport,
Avaí, Ponte Preta (em Campinas) e Fluminense mostrarão o que, de fato, pretende
o Flamengo neste Brasileiro.
Tem de
somar ao menos 14 pontos para se mostrar forte nesta luta.
MAS A
PERGUNTA que me intriga é qual seria o tamanho do querer de um Flamengo que
pode fechar o ano com conquistas da Copa do Brasil e Sul-Americana?
Qual é
a meta real estipulada para um time que por estes dias ainda estreava seu
goleiro titular?
E um
pouco antes o seu ponta de velocidade?
E
semanas mais cedo o seu meia de infiltração?
E
agora mesmo o seu técnico?
PERCEBO
que a meta do Flamengo é a Libertadores de 2018.
E a
Copa do Brasil é o caminho mais curto para atingi-la.
Uma
vitória na próxima quarta-feira e o time estará nas finais dos dias sete de
setembro e doze de outubro, passos derradeiros para salvar o ano.
Se
bem-sucedido, poderá ainda se dar ao luxo de priorizar a reta final da
Sul-Americana e encerrar o ano com certa pompa…

COMENTÁRIOS: