Em alta na audiência, Globo reduz valor de cota em 2018

23
Guerrero durante Corinthians x Flamengo – Foto: Alexandre Schneider/Getty Images

MÁQUINA
DO ESPORTE
: A Globo nunca esteve tão bem na audiência do futebol como nos
últimos tempos. Mas diferentes fatores vão exigir que, em 2018, o preço cobrado
pela emissora pelas cotas de transmissão do futebol tenha uma drástica redução.

Na
última semana a emissora divulgou o pacote de cotas do futebol. Para 2017, o
preço na tabela era de R$ 283 milhões. Agora, quem pagar R$ 230 milhões ficará
com o espaço na TV. A queda acontece porque haverá também a venda para a
publicidade para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Nesse caso, o valor é de
R$ 180 milhões.
Em
2013, a Globo usou a mesma estratégia, mas a redução do preço foi menor. A cota
para o futebol em 2014 foi de R$ 185,5 milhões, R$ 7 milhões a menos em relação
ao ano anterior. Para a Copa do Mundo, o valor cobrado foi o mesmo de agora.
Além
do fator Mundial, o que explica a redução de valores é a crise. Além de reduzir
o valor no futebol, a emissora reduziu o número de parceiros para a Copa do
Mundo. Para 2014, quando o Mundial foi realizado no Brasil, a empresa abriu
oito cotas, contra apenas seis para a transmissão do evento na Rússia.
A
redução de valores, porém, não condiz com o aumento de audiência na
transmissão. Neste ano, a Globo tem quebrado marcas que duravam uma década na
audiência do futebol.
Na
última quarta-feira, por exemplo, houve mais um. Com a partida entre Santos e
Flamengo, a emissora conseguiu mais uma vez passar dos 30 pontos de audiência
no Rio de Janeiro. Foram 33 pontos de média, a mais alta do atual torneio.
Em São
Paulo, a sequência tem impressionado ainda mais. O duelo entre Corinthians e
Flamengo repetiu o resultado de Corinthians e São Paulo, ambos no Brasileirão
deste ano. Com 30 pontos, foi o maior Ibope em um domingo nos últimos dez anos.
Antes,
Corinthians e Palmeiras chegaram a marcar 41 pontos de média, algo que não era
alcançado com o futebol desde a final da Copa Libertadores de 2012. Em
comparação, o último capítulo da última novela das 21 horas, “A Lei do Amor”,
teve uma média de 38 pontos de audiência em São Paulo.
O
crescimento da Globo no futebol já era observado em 2016, quando a Band deixou
de exibir o Campeonato Brasileiro e a emissora carioca fez migrar os pontos do
canal concorrente. Neste ano, ganhou ainda mais força com Corinthians e
Flamengo na briga pelo título, especialmente na cidade de São Paulo.

COMENTÁRIOS: