Flamengo muda o comando

25
Foto: Divulgação

BOTECO
DO FLA
: por Mercio Querido

Fla
recomeça o trabalho. 2018 já começou.
Ufa…
Sem querer tirar proveito do revés alheio… Mas que diabos poderia esse pobre
escriba comentar sobre mais uma derrota igual do Flamengo? Começou jogando
bem… blábláblá… Não tava conseguindo furar a zaga do Vitória…
blábláblá… Levou um gol após falha individual… blábláblá… O time perdeu a
cabeça e ficou sem poder de reação mais uma vez… blábláblá… Passou a jogar
bem pior e acabou levando mais um gol… blábláblá…
Tudo a
mesma coisa de outros montes de textos já publicados aqui no Boteco.
Daí
veio a demissão do Zé para trazer novos ares… Ou mais provavelmente velhos
conhecidos ares para o comando do time. Vamos observar. Como a Smurfada deixou
claro em recentes reuniões, não anda com muita vontade de falar sobre futebol.
O mais provável é que coloquem o Jayme de interino, botem os nomes nacionais
disponíveis em um saco de papel e façam um sorteio que nem amigo oculto pra
escolher o novo Cristo. Ah… E já que eu acabei citando nome religioso… Se
chamarem o Jorginho é muito provável que eu tenha que abandonar as três filiais
do Boteco. A não ser que o Wi-Fi da cadeia seja bom, que é onde devo parar após
processos por danos morais, danos materiais, atentado violento ao pudor e mais
algumas possíveis punições jurídicas.
Um
detalhe curioso: volta e meia eu reclamava que o ZR era ruim de entrevista,
apesar de nunca ter pertencido à turma do #ForaZéRicardo (aliás, deviam
efetivar o Diego Ribas como porta-voz oficial do clube. Sempre sensato em suas
colocações). Pois bem… Na saída, em sua última coletiva, nosso ex-treinador
mandou uma frase-catástrofe pra ficar marcada na história: “TALVEZ HOJE TENHA
SAÍDO UM POUCO DO NOSSO CONTROLE”. “Talvez” (???!!!), só “hoje” (???!!!), “um
pouco” (???!!!) “controle” (???!!!).
Gostaria
muito que o nome efetivado já fosse o nosso técnico para 2018. Não tenho nome
favorito, apesar de ter alguns que abomino. Admito sem o menor pudor que, tal
qual os Smurfs, entendo quase nada de futebol. Entendo mais de Flamengo que
eles, certamente. Fui buscar auxílio de um amigo que saca e muito do riscado.
Atitude que a Aldeia Azul poderia tomar se deixasse um pouco a prepotência de
lado. Sendo assim, o VP de Futebol aqui do Boteco, Gustavo Lucas, cravou
Gallardo como a melhor opção. Está no River Plate e aparentemente sem intenção
de renovar para a próxima temporada. Era “interinar” até a equipe argentina
sair da Libertadores, e já fechar acordo verbal pro cara assumir o Flamengo. Em
quatro anos de River  ganhou
Sul-Americana no primeiro, Libertadores no seguinte, e ainda faturou um
nacional em algum momento do seu comando por lá.
As
redes sociais flamengas andam promovendo um verdadeiro carnaval após os
recentes acontecimentos. Uma ligeira trégua até todo mundo começar a brigar de
novo após a chegada do novo técnico ou por qualquer outro motivo. Aliás…
Muito provável que o próximo sofra pressão ainda nessa temporada. Um dos meus
maiores receios, tendo em vista que o mais sensato seria já começar 2018 essa
semana mesmo. Como agora o tal do “… É Obrigação” virou ideia fixa, qualquer
revés nas quatro competições que ainda estão em jogo vai fazer recomeçar a
ladainha mimizenta e nutellada do #ForaSeiLáQuem.
Enfim…
Bora observar os próximos acontecimentos. Não há motivo para maiores preocupações,
mas (choque de realidade) a nossa distância para o último é menor que para o
primeiro no Brasileirão. Uma coisa de cada vez. Focar no G6 pra que qualquer
tropeço na Sula ou na CB não acabe por nos deixar fora da Libertadores na
próxima temporada.
Bem…
Voltamos por aqui a qualquer momento com maiores comentários sobre o momento de
transição no comando técnico do nosso Futebol.
Bora
torcer..
Isso
aqui é Flamengo.

COMENTÁRIOS: