Flamengo quase dobra média de gols sofridos em um mês

22
Réver, jogador do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

O
GLOBO
: O Flamengo segue como um dos times menos vazados do Brasileiro, mas sua
defesa vive um momento crítico na temporada. No período de um mês entre o
início de julho e a rodada desta quarta-feira, 2 de agosto, o time rubro-negro
sofreu 14 gols em dez partidas. Entre os cinco primeiros colocados da Série A,
nenhum time foi vazado tantas vezes neste período.

Depois
da derrota por 3 a 2 diante do Santos na quarta-feira, o Flamengo soma 17 gols
sofridos em 18 rodadas do Brasileiro. O clube rubro-negro é um dos poucos que
ainda não “estourou” a média de no máximo um gol sofrido por jogo.
Outras quatro equipes estão nesta faixa: Corinthians (8 gols), Santos (13
gols), Grêmio (18 gols) e Cruzeiro (16 gols) – este último ainda entra em campo
pela 18ª rodada, contra o Vasco, nesta quinta-feira.
Se
dependesse do último mês, no entanto, o Flamengo não estaria nesse grupo
seleto: com os 14 gols que levou em oito jogos do Brasileiro, um da Copa do
Brasil (contra o Santos) e um pela Sul-Americana (diante do Palestino, no
Chile), a média é de 1,4 gol sofrido por partida.
DESEMPENHO DAS DEFESAS DO G-5 EM JULHO:
Corinthians: 3 gols sofridos em 9 jogos
Grêmio: 9 gols sofridos em 10 jogos
Santos: 10 gols sofridos em 10 jogos
Palmeiras: 12 gols em 10 jogos
Flamengo: 14 gols sofridos em 10 jogos
Cruzeiro*: 8 gols sofridos em 9 jogos
*único
time fora do G-5 do Brasileiro que tem uma das cinco defesas menos vazadas da
competição
MÉDIA QUASE DOBRA
Em
comparação com o mês anterior, o Flamengo quase dobrou a média de gols sofridos
por partida. Nos oito jogos disputados em junho – sete pelo Brasileiro e um
pela Copa do Brasil, contra o Santos no Rio -, o time rubro-negro foi vazado
apenas seis vezes. A média, portanto, foi de 0,75 gol sofrido por partida –
isto é, não era regra que o Flamengo sofresse gol quando entrava em campo.
Já a
média de gols sofridos no último mês, de 1,4 por partida, é quase o dobro do
panorama de junho.
Entre
as cinco melhores defesas do Brasileiro, o Flamengo é que teve a maior queda de
desempenho na comparação entre os dois últimos meses. Corinthians e Cruzeiro
por exemplo, melhoraram o desempenho defensivo. O líder do campeonato passou de
0,6 gol/jogo em junho para 0,33 gol/jogo no último mês.
Já o
time mineiro, que estourava o patamar com 1,22 gol/jogo em junho, viu o
desempenho ficar em 0,88 gol/jogo no mês seguinte – isso, vale lembrar, com uma
partida pendente contra o Vasco, nesta quinta-feira.
Santos
e Grêmio, que foram vazados mais vezes no último mês em comparação a junho,
ainda assim não ultrapassaram o patamar de no máximo um gol sofrido por jogo.

COMENTÁRIOS: