Gringos rasgam elogios a hino e escudo do Flamengo: “Até a morte”

54



COLUNA
DO FLAMENGO
: Um canal de amigos – brasileiros e dos Estados Unidos – está dando o
que falar na internet. Em um vídeo onde o brasileiro mostra os escudos das
equipes brasileiras, os americanos reagem aos hinos e também aos escudos das
equipes.
Paige
DeSobro, a única mulher do grupo, comentou que o hino parece que é algo
relacionado a um rei de chamando para ir ao castelo: “Parece a marcha de quando
um rei está te convocando para ir ao seu castelo“.
Jason
Salmon foi o mais “fiel”. Para ele, o hino rubro-negro é o único que combina
com o escudo:

“É o primeiro que combina com a logo. A letra do hino parece que
foi escrita por um cara em um sofá assistindo ao jogo do time. É tipo:

“Se
eles não existissem, o que eu faria com meu tempo?” Jason Salmon completou
dizendo que além de ser bom, também é um conteúdo meio violento (…me maltrata,
me arrebata…).
Paul
Cohen foi sucinto e direto: 

“Logo de cara, o logo parece o escudo de uma escola
de Harry Potter. Meu único comentário é que, enquanto os outros hinos são mais
tradicionais, esse pareceu mais leve e engraçado.

O
último do grupo, Ricky Gerro foi que menos falou e o que mais entendeu do hino
rubro-negro:
“Uma
vez Flamengo, sempre Flamengo”? É como “Once you go black, you never go back”.
Não estão dizendo “somos o melhor, o campeão dos campeões, o time mais
brasileiro”, fazendo menção ao Corinthians e dizendo que o rubro-negro não é
arrogante:

“O hino não é arrogante dizendo que o time é o melhor do mundo, diz
apenas que é fã e que torcerá até a morte“.

COMENTÁRIOS: