Pablo Maldini ganha chance no Flamengo e família comemora

167
Pablo Maldini, jogador do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO
ESPORTE
: Um nome chamou muita atenção na terça-feira rubro-negra. Tão logo que
o GloboEsporte.com começou a publicar em seu feed de notícias os relacionados
do Flamengo para o jogo com o Paraná, pelas quartas de final da Primeira Liga,
às 21h45, em Cariacica (ES), a pergunta surgiu nas redes sociais: “Quem é
Pablo Maldini?”.

As
próprias redes sociais respondem. O mais novo dos integrantes da delegação que
seguiu para o Espírito Santo, Pablo Carneiro Freitas, de 17 anos, é Maldini por
conta própria. Não se trata de uma comparação ao estilo de jogo do
ex-lateral-esquerdo Paolo Maldini, como a que foi feita, por exemplo, entre o
ex-jogador rubro-negro Gélson Baresi e o grande defensor italiano Franco Baresi
no início dos anos 90.
O pai
dele, Paulo, era chamado assim nas peladas no bairro carioca da Penha. O garoto
gostou, adotou para si no Facebook, e o apelido pegou na base do Flamengo.
– Eu,
quando moleque e jogava pelada na rua, os meus colegas, por causa do Paolo, me
chamavam de Maldini. Isso mais por eu ser alto (tem 1,87m), canhoto e jogar de
lateral-esquerdo. Tenho total consciência de que não tem a ver com o futebol
(risos). Aí ele sempre me ouvia sendo chamado de Paulo Maldini para cá e Paulo
Maldini para lá. Ele fez um Facebook dele com esse nome: Pablo Maldini. Aí
pegou, e ele é lateral-esquerdo também (risos) – explicou o pai do atleta.
Nem na
Penha nem em Engenho Pequeno, bairros nos quais foi criado em Rio de Janeiro e
São Gonçalo respectivamente, Pablo era Maldini.
– Ele
botou No Facebook, mas no colégio e na rua ninguém o chamava assim. Foi lá no
clube mesmo que pegou, os colegas da base que começaram a chamá-lo assim
também.
Confira
outras curiosidades sobre o lateral-esquerdo contadas pelo pai abaixo:
Você procurou mostrar lances do Maldini
original para o Pablo? Sabe se ele buscou?

Não me
recordo de ter mostrado para ele, mas falei para ele pesquisar no Youtube.
Acredito que tenha visto sim, até por curiosidade. Ele gosta de vídeos de
ex-jogadores. Eu já mostrei Romário, Zico para ele, mas por curiosidade acho
que ele deve ter visto.
No Flamengo já houve outras alusões a
italianos. O apelido Gélson Baresi e o sobrenome de Douglas Baggio são
exemplos. Será que ele terá sorte com a coincidência?

Espero
que o nome ajude e não atrapalhe, porque às vezes é perigoso. Começou como
apelido na brincadeira. Maldini é Maldini. Pablo está começando agora a
vislumbrar uma história com total luta e sacrifício dele. Gélson Baresi era um
bom zagueiro, tomara que Pablo tenha a mesma trajetória.
Ele começou a ser puxado por Zé Ricardo ou
somente com o Rueda?

Chegou
a participar de um ou dois treinos com o Zé Ricardo, mas semana passada que
ficou mais dias com os profissionais e com o Rueda.
Você é pai, mas seja, por favor, isento.
Quais são os pontos fortes e fracos do Pablo sob os olhares de quem jogou bola
e até hoje brinca mesmo que nas peladas?

Sou
suspeito para falar, fã número 1 sou eu (risos). Já ficamos felizes com o simples
fato de ter treinado, e o Rueda ter visto algumas qualidades dele a ponto de
levá-lo (para Cariacica). Ele ainda tem idade de sub-17 apesar de ter feito
jogos no sub-20. O Pablo é um lateral que marca muito bem, é muito seguro.
Frio, calmo, o que é importante. Tem um bom passe, bate bem na bola. A altura
dele, deve ter 1,83m ou 1,84m, talvez não o facilite a ser tão veloz, mas
acredito que, com o tempo e evolução física, ele adquira isso.
E como fica a família com essa chance?

Estamos
muito felizes com a oportunidade dada a ele. Ele vai continuar se dedicando
para poder retribuir tudo que o Flamengo fez por ele. A gratidão que eu, a mãe
dele e a nossa família temos pelo Flamengo… Pablo chegou ao clube com 11
anos. O Flamengo não está formando só um atleta, mas nos ajudou a formar um
homem. Espero que ele possa retribuir tudo o que o Flamengo fez por ele, porque
sem dúvida nenhuma foi muita coisa.

COMENTÁRIOS: