Para Réver, adaptação de estrangeiro não irá atrapalhar o Flamengo

21
Foto: Reprodução SporTV

SPORTV:
Capitão do Flamengo, o zagueiro Réver esteve no “Bem, Amigos!” desta
segunda-feira, quando foi questionado sobre a troca de comando no clube, que
demitiu Zé Ricardo, e a possível chegada do colombiano Rueda, campeão da
Libertadores com o Atlético Nacional. Após lamentar a saída do treinador, o
jogador avaliou a possibilidade da chegada de um estrangeiro e elogiou Jayme de
Almeida, que está interinamente no cargo, mas disse que não cabe aos jogadores
opinar sobre o novo nome e garantiu que o grupo está disposto a reagir
independentemente da escolha do treinador.

– Eu
particularmente tive um treinador (estrangeiro) que foi o Diego Aguirre, no
Inter, um cara também espetacular para lidar. Sabemos que é especulação, não
sei a que ponto está não só com esse treinador (Rueda), ou com outros, isso não
faz parte do nosso perfil. Não cabe ao jogador estar decidindo, escolher
treinador, pelo contrário, temos que trabalhar firme para que possamos dar
retorno ao torcedor que, mesmo com toda dificuldade que tivemos nos últimos
jogos, vem nos apoiando e nos incentivando – afirmou, quando questionado sobre
a possível chegada de um treinador de fora do país.
Embora
um treinador de fora possa exigir mais tempo de adaptação, o zagueiro não chega
a ver a questão como um problema. Para ele, se o escolhido for um brasileiro
ele também precisará de um tempo para conhecer o elenco. O caso seria diferente
caso Jayme, auxiliar do clube. Ele recebeu elogios, mas Réver garantiu que o
grupo estaria preparado para receber um estrangeiro.

Acredito que sim (está preparado). Independentemente de ser estrangeiro ou não,
vai ter aquele processo de adaptação com os jogadores, primeiramente, ao invés
de conhecer fora, vai ter que conhecer dentro de casa. Claro que o treinador
brasileiro já conhece, mas acredito que isso não deva atrapalhar muito. Em cima
do Jayme, é um cara espetacular, que tem uma história bacana no Flamengo,
conhece tudo ali, então, acredito que se o Jayme tomar a frente tem tudo para
dar certo, tem um bom conhecimento, já assumiu outras vezes o comando como
treinador. Então, a gente tem que estar preparado para o treinador que vier
para que possamos dar essa resposta porque a expectativa em cima do Flamengo
está muito grande devido a tudo que investiu e fez durante esse ano para que
termine com um título de expressão ainda maior que o Carioca – completou.
Roger
Machado, ex-Atlético-MG, era o primeiro na lista do clube, mas recusou a proposta
porque pretende ficar afastado até o final do ano. A direção negocia com
Reinaldo Rueda, ex-Nacional, mas analisa outros nomes.

COMENTÁRIOS: