Rueda se mostra ativo e direto em pouco tempo no Flamengo

67
Rueda e Vinicius Júnior no Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO
: A primeira impressão nem sempre é a que fica quando se trata de futebol.
Tanto a estreia na partida contra o Botafogo quanto o primeiro treino de Reinaldo
Rueda no Flamengo, ontem, indicaram um profissional mais observador. Apesar da
atividade ser comandada pelo auxiliar Bernardo Redín, o comandante, mesmo
discreto, intensifica a troca de informações nos bastidores e toma a frente das
principais decisões relacionadas á equipe. Hoje, com todo o grupo á disposição,
comandará de fato todo o grupo pela primeira vez, em treino fechado.

A
resposta ao anseio por mudanças em um time que não vinha rendendo foi, essa
sim, sutil como a postura de Rueda á beira do campo. Embora seu preparador
físico, Carlos Velazco, tenha chamado atenção pelos gritos de incentivo aos
atletas durante os exercícios, os cochichos do treinador com Jayme de Almeida
enquanto observava um treino com bola indicam que a passagem de bastão é um
processo gradual. Em campo, ela começou com ajustes defensivos.
A
barração de Trauco, Pará e Márcio Araújo e a orientação para que Rodinei e Renê
guardassem posição surtiu efeito prático, sobretudo com boa proteção e saída de
bola de Cuéllar e Willian Arão diante do Botafogo.
– Foi
uma primeira impressão muito boa, ele é rodado, tem experiência. Está tentando
na medida do possível passar para nós o que quer. Dois dias de trabalho é
pouco, mas tentamos executar – disse Willian Arão. Até agora, o idioma e o
método são estranhos, mas os atletas fazem a transição com tranquilidade e bom
humor. Mesmo quieto, Rueda dá o recado que precisa.
– Se
tiver uma instrução vai passar para nós de uma forma ou de outra. Dentro do
campo ou não. Ele fica no canto, deixa o auxiliar comandar. Nesses poucas dias
já aconteceu, ele chega no individual e fala, não quero assim, quero assim.
Vais nos passar de uma forma ou de outra – exemplificou o volante.
No
treino desta sexta-feira, Rueda define a equipe que encara o Atlético-GO amanhã
pelo Brasileiro. O jogador terá de volta os quatro reforços que não puderem
atuar na Copa do Brasil: Diego Alves, Rhodolfo, Geuvânio e Éverton Ribeiro.
Trauco, suspenso, é desfalque, assim como Guerrero e Berrío, machucados.

COMENTÁRIOS: