Só o Flamengo demitiu mais técnicos que o Vasco neste século

30
SUPER
ESPORTES
: Vasco e Flamengo disputam um clássico dos milhões à parte quando o
assunto é a rotatividade dos seus técnicos. A contar de 2001, o time
rubro-negro trocou 38 vezes de técnico, com 25 profissionais diferentes. O
clube cruz-maltino vem logo atrás, com 36 mudanças. O sucessor de Milton
Mendes, demitido nesta segunda-feira, pode ser o 24º nome diferente a assumir a
prancheta do Gigante da Colina. O entra e sai dos professores é cheio de
intersecções, ou seja, nomes que trabalharam nos dois clubes. Evaristo de
Macedo, Paulo César Gusmão, Joel Santana, Valdir Espinosa, Dorival Júnior e
mais recentemente Jorginho são alguns deles. Agora, Zé Ricardo tem tudo para
ser o próximo…
Em
entrevista ao programa Show do Apolinho na Rádio Tupi, o presidente Eurico
Miranda confirmou o interesse no ex-técnico do Flamengo.

“Tem história de um,
história de outro. Todos têm história. O Zé Ricardo tem história, até aqui no
Vasco. Foi treinador do Vasco, trabalhou no Vasco. Treinadores que trabalharam
comigo treinaram o Vasco e treinaram o Flamengo. Isso não pesa. Se eu vier
tomar a decisão que eu tomar, a responsabilidade é minha. Eu sempre assumi o
ônus. No meu entendimento, eu vou fazer o que é melhor para o Vasco”, disse o
cartola.


Ricardo passou pelo Vasco em 1993, quando trabalhava no futsal do clube. Na
época, Eurico Miranda era vice de Futebol do clube. Em São Januário, Zé treinou
a geração que contava com os ex-jogadores Felipe e Pedrinho, ídolos
cruz-maltinos.
“O Zé
Ricardo foi meu técnico na época de adolescente, já me deu bastante dura. Mas,
como o plantel não era recheado de craques, ele teve que me aturar. Cansou de
me tirar, colocar no segundo tempo. Ele deixava todo mundo motivado. Fico feliz
de ter sido treinado por ele”, recorda o ex-lateral-esquerdo Felipe, hoje
treinador.
Durante
participação no programa Bem, Amigos! do SporTV, Zé Ricardo confirmou ter
recebido um telefone do Vasco após pousar em São Paulo. 

“Houve contato e
marcamos uma reunião para amanhã (hoje). Como estava na hora de eu participar
do programa, deixamos para conversar pessoalmente, com calma”, revelou o treinador.

A
assessoria pessoal de Zé Ricardo disse ao Correio que o técnico está com
passagens compradas para a Europa, onde pretende fazer cursos e se especializar
na profissão. Uma isca para a contratação do treinador é o gerente de Futebol
vascaíno Anderson Barros. Ambos trabalharam juntos no Flamengo.

Despedida
Milton
Mendes deixa o Vasco após cinco meses. Em 27 jogos, foram 11 vitórias, 10
derrotas e seis empates. Ele não resistiu à sequência ruim do time no
Campeonato Brasileiro: a equipe não vence há cinco rodadas e está na 16ª
posição, com 25 pontos, dois a mais que o primeiro rival na zona de
rebaixamento, o São Paulo.
Ao
lado do presidente Eurico Miranda, o treinador agradeceu a oportunidade. 

“Quero
dizer que foram cinco meses, completados hoje, de momentos bons, e outros, nem
tanto. Saio com mais amigos do que entrei. Cheguei feliz e saio feliz. Conheci
novos jogadores, pessoas interessantes que vou levar para a vida. Foi um prazer
enorme entrar no Vasco. E está sendo um prazer enorme sair, porque concluímos
que o momento sem vencer era de fazer uma mudança”, afirmou Milton.

COMENTÁRIOS: