Veja os números de Vinicius Júnior no Flamengo

43
ESPN: Não
há nenhum nome que gere tanta expectativa no futebol brasileiro quanto o de
Vinícius Júnior. Antes mesmo de estrear nos profissionais e mesmo com apenas 17
anos, foi vendido do Flamengo ao Real Madrid por 45 milhões de euros (cerca de
R$ 167 milhões na cotação atual).
Agora,
porém, a história é diferente. O atacante virou peça importante no time do
Flamengo e vem chamando a atenção. Mas, afinal, para além da expectativa, como
ele está jogando até agora?
Primeiro,
os números!
Vinícius
Júnior tem 18 jogos e 520 minutos em campo com a camisa do Flamengo, com oito
vitórias, sete empates e três derrotas até aqui. Em quatro destas partidas,
saiu jogando como titular – e teve dois triunfos e duas igualdades.
O atacante
cai bem mais pelo lado esquerdo do campo. E, claro, seus principais parceiros
de jogadas são os atletas que atuam por aquela faixa do campo: René, Éverton e
Lucas Paquetá – outro que acaba de subir das categorias de base.
Individualmente,
já marcou três gols – dois deles no último final de semana, diante do
Atlético-GO. Para isso, precisou de 25 finalizações (10 delas com o destino
certo).
Apesar
de já ter uma assistência até agora, o ‘problema’ para ele até agora tem sido
na precisão dos passes. Até agora, foram 146 tentados e apenas 91 completados,
um ‘aproveitamento’ de apenas 62,3%.
Vinícius
também vem tentando um número razoável de jogadas individuais, mas também vem
mostrando um pouco de afobação. Tentou 37 dribles até agora e completou só 12 (32,4%
de acerto).
Mas os
números, claro, não são tudo. E, quando usados friamente, não conseguem mostrar
a curva ascendente do garoto. Vinícius Júnior tem sido cada vez mais
importante. Do pênalti sofrido contra o Coritiba aos dois gols contra o
Atlético-GO, se tornou decisivo.
“Não
inscrito na Libertadores e deixado de fora – sabe-se lá como – do
‘acirradíssimo’ Campeonato Estadual, estreou na abertura do Brasileiro, na
semana em que foi integrado aos profissionais. Afoito no começo, foi se
soltando com o passar do tempo, principalmente após marcar o primeiro gol. Há
de se lembrar que ele completou 17 anos no último mês de julho, ainda tem um
quê de ‘garoto’ na cabeça”, diz Marcos Almeida, blogueiro do ESPNFC no
blog Nosso Flamengo.
“O
rubro-negro quer ver Vinícius Júnior jogar. Cada 15 minutos do garoto em campo
dão a impressão de que poderiam ter sido trinta; cada tempo, um jogo inteiro.
Arisco, habilidoso, dá a esperança de termos, numa prata da casa, a solução
para um dos maiores problemas desse time do Flamengo: criação/conclusão de
jogadas. Com a venda ao Real Madrid, acabou a história de ‘não podemos queimar
o menino’. No meio do ano que vem, voando ou naufragando, não será mais nosso.
Ele precisa jogar. Provavelmente em tentativa furada de justificar a
contratação, muitas vezes Vinícius Júnior é preterido para a entrada de
Geuvânio. E tome frustração para a Nação Rubro-Negra. Não queremos saber do
futuro na Europa, Seleção Brasileira e o escambau. O auge da carreira do
moleque é enquanto ele vestir as cores do Flamengo. E esse momento é
agora”, complementa, pedindo ainda mais chances ao garoto.
Reinaldo
Rueda, o novo treinador do clube, parece estar alinhado a parte desse
pensamento. Há até a expectativa de que Vinícius Júnior possa ser titular na
partida decisiva desta quarta-feira, diante do Botafogo na semifinal da Copa do
Brasil. De qualquer forma, mesmo que não comece jogando, é mais provável que
ele entre ao menos no segundo tempo.
“Fez
um bom jogo, vai melhorar, crescer, tem méritos para ser titular. É uma
avaliação para se fazer e tomar. Sempre buscando o melhor para ele e para a
equipe”, disse Rueda, que, no sábado, após os dois gols contra o
Atlético-GO, já tinha dito que “há um grande futuro” para o atacante.
O
Flamengo precisa de uma vitória para ir à final da Copa do Brasil. Um novo
empate por 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

COMENTÁRIOS: