Vinícius Jr ganha massa e pede passagem no Flamengo

73
Vinicius Júnior, do Flamengo – Foto: Buda Mendes/Getty Images

EXTRA
GLOBO
: O menino de 16 anos ficou na base. Cento e dois dias depois de ser
alçado aos profissionais, já com 17, Vinícius Júnior foi lapidado e chegou ao
nível físico dos demais atletas. Com a possibilidade de brigar de igual para
igual por uma vaga, pede passagem no Flamengo. Titular e principal jogador na
vitória sobre o Atlético-GO, com dois gols, o atacante é cotado para substituir
Berrío na quarta-feira contra o Botafogo, pela Copa do Brasil, no Maracanã.

Além
da parte física e nutricional em evolução, a psicológica foi trabalhada com
esmero desde a época de Zé Ricardo. Reinaldo Rueda encontrou um jovem mais bem
forte e experiente, que soube lidar com paciência quando foi utilizado de forma
irregular e em poucos minutos nos jogos até aqui.
Depois
de brilhar durante 90 minutos pela primeira vez, um novo paradigma se abre.
Antes opção de um elenco qualificado, Vinícius Júnior, que está vendido ao Real
Madrid e deve sair no meio do ano que vem, mostra que pode ser titular em
treinos e jogos.
— Com
o mesmo cuidado de agora, ele vai seguir progredindo. Tem boa cabeça. Isso é
fruto de um trabalho conjunto, da base da comissão anterior e dos que chegaram
agora — comemora o diretor Rodrigo Caetano, que encabeça o projeto Pratas do
Ninho no time da Gávea.
O
técnico Reinaldo Rueda, que pegou o garoto quase pronto, teve participação ao
apostar na titularidade, e projetou um belo futuro.
— Tem
potencial para seguir crescendo. É muito positivo a confiança que ele ganha com
os jogos e os gols. Tem um grande futuro para ele, para o Flamengo, e para o
futebol brasileiro. — comentou o técnico colombiano.
Vinícius
Júnior chegou a 18 jogos nos profissionais. A última vez que foi titular tem
dois meses, no clássico com o Fluminense, pelo Brasileiro. De lá para cá, foram
nove partidas até voltar à equipe. Nesse período, conviveu com a queda de
produção da equipe e a demissão de Zé Ricardo. Por outro lado, ganhou tempo
para realizar treinos mais intensos e se adequar à metodologia do profissional.
Zé Ricardo foi peça importante na transição e protegeu o jovem na crise. Agora,
Vinícius se sente pronto para corresponder com a nova chance que teve, já com
Rueda no comando.
— Eu
vinha tendo oportunidades, já. Estou preparado para tudo que vier no momento.
Jogando, ganho bastante confiança e com isso melhoro nos treinamentos e nos
jogos — celebrou o garoto no último sábado, quando disputou a sua quarta
partida como titular da equipe.
A
estreia foi no empate com o Avaí, e Vinícius também atuou no jogo seguinte
contra a Ponte. Além da comissão técnica, o jovem teve acolhimento dos
jogadores do elenco e dos jovens que fazem a transição com ele no Ninho do
Urubu. Muitos comentaram que os gols de sábado na Ilha estavam no repertório da
base. O próprio Vinícius acredita que está mais maduro.
— Atletas,
psicólogos, todos me ajudam desde a base. Isso vem me amadurecendo — disse.
Se tem
cem dias no profissional do Flamengo, restam pouco mais de 365 para o jogador
poder seguir ao Real Madrid. Tem que aproveitar.

COMENTÁRIOS: