Vinicius Jr ignora racismo: “Bola pra frente, que tenho que fazer gols”

116
Vinicius Júnior, do Flamengo, segurando criança no colo – Foto: Reprodução

UOL: Na
última quarta-feira (16), o atacante Vinicius Jr. passou por um episódio
triste, pois a família dele foi vítima injúria racial no jogo entre Botafogo e
Flamengo. Neste sábado (19), porém, o atacante fez dois gols e dedicou a
atuação justamente para a família.

“No
jogo passado teve esse acontecido. É muito triste ainda ter isso no Brasil, mas
bola para frente. Tenho que fazer gols”, afirmou em entrevista ao
Premiere.
Vinicius
Jr. também comentou sobre a parceria com Lucas Paquetá, já que eles eram
companheiros no Sub-20 do Flamengo e desta vez jogaram juntos no profissional,
ambos desde o início da partida.
O
artilheiro da noite até soltou um palavrão em entrevista ao vivo para o Premiere: 

“O Paquetá ajudou pra c…. Hoje a gente passou o dia combinando jogadas e
deu tudo certo”. O passe do segundo gol de Vinicius foi de Paquetá.

Paquetá
é meia, mas atuou como centroavante e disse que pretende se aperfeiçoar nessa
função: 

“Essa situação é engraçada. Sempre brinquei com pessoal, entrei e
dei meu melhor. Agora é aperfeiçoar em cada posição. Quando a oportunidade
aparecer, tenho que aproveitar e hoje consegui ajudar”.

COMENTÁRIOS: