Diego Alves se esquiva sobre decisão de goleiro no Flamengo

85
Diego Alves, goleiro do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO
: De volta ao gol do Flamengo após duas semanas, Diego Alves teve boa
atuação mesmo 15 dias sem atuar. E deixou o Nilton Santos após a derrota para o
Botafogo sem se envolver na decisão sobre quem deve ser o goleiro na final da
Copa do Brasil. Na quarta-feira, contra a Chapecoense, pela Sul-Americana,
Alves segue no posto, e deixou no ar o questionamento se sua responsabilidade
aumentou com as recentes falhas de Alex e Thiago.


Goleiro sempre tem responsabilidade grande. Mas faço isso há muitos anos e
estou acostumado. Agora no Flamengo a responsabilidade é grande, mas creio que
estou preparado – disse, depois de se negar a dar opinião sobre o seu
substituto na outra competição:
– Já
sei sua pergunta, isso é com o treinador. Quantos dias eu estou sem jogar?
Então a decisão é do treinador. Ele vai saber o que tem que ser feito e vamos
apoiar – emendou.
Para
Diego Alves, o Flamengo desperdiçou uma boa oportunidade de se aproximar dos
líderes do Brasileiro. O goleiro reclamou da postura do time, especialmente no
segundo tempo.
– A
derrota pode acontecer, mas não da forma que foi hoje. Podemos ganhar ou perder,
mas da maneira que foi deixou a gente chateado. Difícil digerir. Agora temos
que nos preparar para um jogo decisivo – projetou.
Segundo
o goleiro, essa pode ter sido a chance mais clara de se reaproximar do
Corinthians.
– Era
uma oportunidade. Poderia ser a melhor oportunidade do campeonato de chegar no
grupo de cima. Encurtaria a distância. Mas não conseguimos desempenhar o que
conseguimos nos outros jogos, vamos tentar melhorar e quem sabe teremos outra
oportunidade – resignou-se.

COMENTÁRIOS: