Diego, Muralha ou Rueda? Quem foi o vilão do Flamengo?

7
Diego e Hudson em Cruzeiro x Flamengo – Pedro Vilela/Getty Images

BRUNO
VOLOCH
: É curioso.

Vejo
um verdadeiro massacre nas redes sociais. Muralha é o alvo.
A torcida
do Flamengo erra e erra feio, talvez influenciada por terceiros, ao eleger
Muralha o vilão no Mineirão.
E
Diego? E a covardia de Rueda?
Desde
quando o goleiro é ‘favorito’ nos pênaltis? Existe nesse caso uma pequena
inversão de papéis.
O
jogador, esse sim, tem obrigação de converter.
Diego,
não é de hoje, anda sumido. O post de ontem, falando das chances do Flamengo na
final, falava da ausência dele nos jogos decisivos.
Novamente
o craque não compareceu e deixou o Flamengo literalmente na mão.
E o
que fez o treinador para ganhar o jogo?
Nada.
Mexeu mal no time. Será que Rueda achou que ganharia o campeonato com as
entradas de Lucas Paquetá e Rodinei?
Óbvio
que não.
Enquanto
isso, Mano Menezes, ainda que com o Cruzeiro desgastado fisicamente, jogava seu
time para o ataque com Rafinha e Élber.
O
Flamengo, como nos tempos de Zé Ricardo, teve mais posse de bola. E daí?
O
Cruzeiro foi campeão porque foi mais audacioso, competente nos 90 minutos e
principalmente nos pênaltis com 100% de aproveitamento.
O
Flamengo perdeu a Taça Guanabara nos pênaltis, a Primeira Liga nos pênaltis e a
Copa do Brasil também nos pênaltis. Em todas, Muralha era o goleiro.
Coincidência?
Talvez.

COMENTÁRIOS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here