Diretoria vê goleiros do Flamengo abalados psicológicamente

40
Thiago entrando em campo pelo Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO
: A barração de Alex Roberto do gol do Flamengo soou no clube como uma
forma do técnico Reinaldo Rueda aliviar a pressão externa sobre o time no
primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Thiago foi avisado na véspera que
jogaria contra o Cruzeiro, mesmo com Alex sem demonstrar abatimento aparente
pelas críticas recentes. Integrantes da diretoria, no entanto, alegam que o
abalo psicológico aconteceu e influenciou no desempenho técnico.

A
estratégia para a segunda partida da decisão é seguir dando moral para o jovem
de 21 anos. Thiago também tem a seu favor a habilidade nos pênaltis e maior
frieza. Tanto que depois da falha no Maracanã saiu aos microfones para assumir
o erro e seguir enfrente. Enquanto isso, Alex conversava com assessores no
corredor do estádio com semblante desconfortável.
Para
os próximos jogos, a comissão técnica deve voltar com Diego Alves no jogo com o
Botafogo e pela Sul-Americana. Depois, nas partidas contra Sport e Avaí, de novo
pelo Brasileiro, vai priorizar o goleiro que deve jogar contra o Cruzeiro no
dia 27, provavelmente Thiago.

COMENTÁRIOS: