Em Nota, Extra diz que torce para chamar Alex de ‘Muralha da China’

36
Muralha, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

ESPN: O
jornal Extra se posicionou após receber críticas de Flamengo e Alex Muralha
pelo editorial no qual afirma que não chamará mais o goleiro pelo apelido.

O
diário esclareceu em suas redes sociais que “só poderá fazê-lo assim que o
goleiro fizer jus novamente ao apelido que tantas vezes estampamos. Não
depende, portanto, só da nossa vontade, que é gigante”.
“Se
a atuação for de gala, o EXTRA passará a chamá-lo até de Muralha da
China”, escreveu o jornal.
No
editorial publicado na capa de sua versão impressa, o Extra explicitou sua
posição: “Em nome da precisão jornalística, o leitor do EXTRA não
encontrará, a partir de hoje, a palavra Muralha relacionada ao senhor Alex
Roberto Santana Rafael. Provável titular do Flamengo na final da Copa do
Brasil, Alex Roberto, o ex-Muralha, mais uma vez desmoralizou o vulgo, levando
um frango no jogo contra o Paraná pela Primeira Liga. Além de ter errado 100%
dos lados nas cobranças de pênaltis, completando 545 dias sem defender uma
penalidade. Também em nome da precisão jornalística, o EXTRA se compromete a
rever sua decisão caso Alex Roberto, o ex-Muralha, volte a fazer por
merecer”.
O
jornal foi duramente criticado tanto pelo presidente do Flamengo, Eduardo
Bandeira de Mello, em entrevista coletiva e também pelo goleiro através de nota
oficial.
Leia abaixo a íntegra da nota do Extra
O
EXTRA esclarece que é o maior interessado em voltar a chamar Alex Roberto de
Muralha, em respeito à história dele, à do Flamengo e à sua querida torcida.
Mas só poderá fazê-lo assim que o goleiro fizer jus novamente ao apelido que
tantas vezes estampamos. Não depende, portanto, só da nossa vontade, que é
gigante. Se a atuação for de gala, o EXTRA passará a chamá-lo até de Muralha da
China. Viva Alex, viva a torcida do Flamengo e, principalmente, viva o bom
humor, que faz tanta falta ao futebol e, acreditamos, trilha um caminho oposto
ao da violência. Aliás, curtimos a zoação nas redes sociais de que não chamarão
mais o EXTRA de jornal. E para quem não entendeu o “comunicado” como
brincadeira, o EXTRA pede desculpas sem nenhum problema, como sempre faz em
casos semelhantes. Até a próxima peleja!

COMENTÁRIOS: